Hospital que atendia comunidade baixa renda no Crato fecha por falta de recursos


A Região do Cariri acaba de perder mais uma unidade hospitalar. Por falta de condições financeira e administrativa, a população carente do Crato viu o Hospital Regional Manuel de Abreu fechar definitivamente suas portas nesta segunda-feira (4). A notícia foi divulgada em primeira mão no Cariri no programa Super Tempo, da Rádio Tempo FM de Juazeiro do Norte, pelo competente radialista Moisés Rolim, correspondente da emissora no Crato.

Moisés Rolim foi mais além do fato de somente noticiar o fechamento do hospital, que por várias décadas foi o único equipamento de saúde disponível para mais 50 mil moradores dos bairros Batateiras, Vila Alta e Seminário. Dezenas de pacientes que procuraram atendimento tiveram de voltar para casa, pois as portas já estavam fechadas.
O repórter ouviu e pegou todos os vereadores da Câmara Municipal do Crato de surpresa, que após 46 dias de licença, retornaram ao "trabalho" nesta segunda-feira. A maioria sequer sabia do encerramento das atividades médicas no hospital.
Com o fim do Manuel de Abreu fecha-se um ciclo para a população carente do Crato que agora passa a dispor apenas dois hospitais que fazem atendimento pelo SUS em todo o município.
Há quase dois anos, a direção do hospital anunciava falta de condições financeiras para manter o equipamento em funcionamento, principalmente depois que a Prefeitura do Crato deixou de repassar ajuda financeira. Nesse período, a direção tentou fazer várias acordos com a Secretaria de Saúde, mas não obteve sucesso, o que foi determinante para o fechamento do Manoel de Abreu.
O blog tentou ouvir a secretária de saúde do Crato, Aline Franca, mas seu aparelho celular estava desligado ou temporariamente fora de área de cobertura. As ligações ocorreram entre 11 e 15 horas desta segunda-feira (4).

Via: Flavio Pinto News

Comentários