Icasa é excluído da Série B do Campeonato Brasileiro pelo STJD


O Icasa foi excluído do Campeonato Brasileiro da Série B pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, na tarde desta sexta-feira, no Rio de Janeiro. A decisão foi motivada pela entrada do clube na Justiça Comum pleiteando uma vaga na Série A ao denunciar a escalação irregular de um jogador do Figueirense na competição nacional de 2013.
Os cearenses foram enquadrados no artigo 231 (pleitear, antes de esgotadas todas as instâncias da Justiça Desportiva, matéria referente à disciplina e competições perante o Poder Judiciário).
O presidente do STJD, Caio Rocha, analisará se a medida já passa a valer a partir de agora ou se aguarda o julgamento no Pleno. Se for mantida a suspensão imediata, o Icasa já não poderá entrar em campo na próxima rodada, dia 5 de setembro, contra a Ponte Preta.
Quem fez a denúncia foi a própria CBF. O Icasa havia terminado a Série B de 2013 em quinto lugar, atrás do Figueirense, e se achou no direito de subir de divisão aproveitando-se do imbróglio envolvendo a Portuguesa e o Fluminense.  Na ocasião, o clube foi informado sobre a escalação irregular do atleta Luan na equipe catarinense. O jogador atuou diante do América/MG quando ainda estava vinculado ainda ao Metropolitano.
O clube, então, ofereceu notícia de infração disciplinar junto à procuradoria do STJD e, apesar da Diretoria de Competições da CBF confirmar em ofício a irregularidade do atleta, o caso foi arquivado, o que motivou os cearenses a entrarem na Justiça comum.
O Tiradentes, o CSP, o Botafogo (PB) e o Cianorte, que ainda serão julgados pelo mesmo fato, deverão sofrer a mesma punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva

Comentários