Mais um homicídio é registrado em praça pública em Lavras da Mangabeira/CE


O mês de agosto já iniciou com um registro de homicídio em praça pública na cidade de Lavras da Mangabeira/CE que fica localizada na região Centro-Sul do Estado, acabando com um período de pouco mais de um mês de tranquilidade neste município.


Na noite desta última sexta-feira, 1º dia do mês de agosto, populares entraram em contato com a central da polícia militar desta cidade informando que uma pessoa teria sido executada no Parque de Eventos, mais conhecido por Parque do Povo que fica no centro da cidade de Lavras da Mangabeira.

De imediato a guarnição da polícia militar se dirigiu até o referido local quando constataram a veracidade do fato. 


Segundo testemunhas a vítima que foi executada a bala por volta das 22h50min da noite, se tratava de Lyncoln Rodrigo Grangeiro Crispim, mais conhecido por Lyncoln de Zé Wellington que tinha 24 anos de idade.



O mesmo teria sido levado para o Hospital São Vicente Ferrer pelos policiais já sem vida.

O fato aconteceu no trailler, O Point do Lanche, que é instalado ao lado do muro do centro comunitário de Lavras da Mangabeira.

Segundo ainda informações dos populares, Lyncoln bebia naquele local quando teriam chegado dois indivíduos com a cara coberta e um deles teria disparados vários tiros contra a vítima.



“Foram muitos tiros, não deu pra contar, mas foi muito assustador, acho que algo em torno de uns nove tiros teria acertado a vítima que caiu logo aí mesmo no chão agonizando e sem nenhuma chance de defesa”, contou um popular a nossa reportagem.

A vítima foi atingida várias vezes em todo o corpo. Logo após efetuar os disparos os indivíduos fugiram em uma moto com destino ignorado.

Tiros também atingiram o trailler que ficou marcado pelas balas que perfuraram o estabelecimento e por sorte não atingiu outras pessoas.

A PM fez busca na cidade para tentar captura os acusados, até agora ninguém foi preso.

Lyncoln já teria sofrido atentado a bala há pouco mais de um mês e saiu lesionado na coxa e abdômen.




LEMBRANDO O CASO ANTERIOR

Naquele dia, 22 de junho, a violência começou nos primeiros minutos da madrugada próximo ao Bar e Restaurante Brasileirinho às margens da BR-230 nesta cidade quando dois homens chegaram em uma moto atirando no detento Cícero Alves Marcos, de 32, o Aranha, que saiu lesionado no abdômen, enquanto seu companheiro Lyncoln Rodrigo Grangeiro Crispim, de 24 anos, foi atingido na coxa e abdômen. Ambos foram levados ao Hospital Regional do Cariri.

Lyncoln teria deixado a Cadeia Pública no último dia 16 de junho onde respondia por porte ilegal de arma de fogo. No dia 18 de maio, ele bebia em um Bar que funciona no Bairro Boa Vista, e estava armado com um revólver. A polícia foi lá e o mesmo jogou a arma embaixo da sinuca, sendo recolhido um revólver calibre 38 com quatro cartuchos intactos. 

Comentários