Cartinhas para Papai Noel à espera de padrinhos

Nas correspondências enviadas para o Bom Velhinho as crianças pedem brinquedos, cestas de alimento, material escolar e até emprego para a família



A pouco mais de um mês para o Natal, as agências dos Correios estão lotadas de cartinhas de crianças endereçadas ao Papai Noel. Cestas de alimentos, material escolar, bicicleta, bonecas, pedidos de emprego para os familiares estão entre os itens pedidos para o Bom Velhinho. Sonhos quase impossíveis para os pequenos podem se tornar realidade pelas mãos de quem "adota" a correspondência...

Para participar é simples. Entre em contato com os Correios, marque um dia, local e horário e escolha as cartas que pretende adotar. Ao retirar a carta, o interessado deve deixar nome e telefone de contato. Após providenciar o desejo da criança, o adotante deve entregar o presente no local definido pelos Correios (leia para saber mais). Em 2014 a campanha dos Correios completa 25 anos.

Para saber mais

Os presentes deverão corresponder aos pedidos formulados nas cartas;
Não há limite de cartas por padrinho, mas lembre-se de que você é responsável pelas cartas que pegar para adotar. Uma desistência impede que a carta seja adotada por outro padrinho;
Caso o brinquedo seja frágil: acondicione-o de forma adequada, utilizando caixa e escreva “Frágil” no pacote;
Bicicletas devem ser entregues, preferencialmente, em caixas;
Escreva o número de identificação da carta na embalagem do presente. 
Os presentes deverão ser numerados com a mesma numeração da carta, pois é este número que identificará o endereço da cartinha adotada;
Lembre-se de entregar os presentes nos locais e prazos definidos pelos Correios da sua localidade
Caso os presentes não possam ser entregues às crianças (em razão de endereço insuficiente, incorreto ou mudança de destinatário, entre outros motivos), serão doados pelos Correios a instituições sem fins lucrativos.

Fonte: Correios.

Comentários