Flamax e Demutran alteram cobrança da Zona Azul de Juazeiro sem nenhuma explicação

Desde a semana passada, a empresa Flamax e o Demutran responsáveis pela fiscalização e cobrança da Zona Azul no Centro de Juazeiro do Norte, alteraram sem nenhuma justificativa plausível o tempo de duração do estacionamento de veículos. 

Agora só são vendidos bilhetes de duas horas ao preço de R$ 2,00. Se o motorista procurar por bilhete de 1h não encontrará, pois todos foram retirados de circulação pela famigerada Flamax, com total apoio do Demutran. 


A explicação, segundo a empresa, é pelo fato de que
motoristas adquiriam o bilhete de 1h por R$ 1,00 e deixavam o carro estacionado o dia todo. 

Ora bolas!, isso é desculpa que se invente? 

Porque o Demutran não age nesses casos, pois trata-se de uma infração de trânsito, caso realmente estivesse acontecendo. 

O que não pode é punir motoristas que respeitam a lei e agora são obrigados a pagar por 2h de estacionamento, quando precisam passar poucos minutos no Centro da cidade. 

Isso se chama incompetência, tanto do Demutran, que assim, assina um termo de incapacidade para fiscalizar o Centro de Juazeiro do Norte e revela mais uma vez a face gananciosa da Flamax, que está preocupada em apenas arrecadar.

Coincidentemente, a alteração na hora e consequentemente na cobrança da taxa de estacionamento veio juntamente com a implantação do Zona Azul do Crato, onde a taxa é também de R$ 2,00. 

Em três anos de funcionamento, a Flamax nunca deu explicações sobre o montante arrecadado a cada ano e nem o valor que foi repassado à Prefeitura de Juazeiro do Norte no período. 

Abre os olhos Raimundão!

Por: Flavio Pinto News

Comentários