Mundo: Copiloto parece ter derrubado avião deliberadamente, diz promotoria francesa


O copiloto do avião da Germanwings que caiu na terça-feira (24) nos Alpes franceses era alemão e tinha 28 anos. Segundo a Promotoria da França, Andreas Lubitz parece ter derrubado a aeronave deliberadamente. As informações são preliminares, e as investigações ainda não foram encerradas.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (26), Brice Robin, promotor de Marselha, disse que o copiloto não estava em nenhuma lista de suspeitos de terrorismo.

Lubitz se tornou copiloto da Lufthansa, dona da Germanwings, em setembro de 2013 e tinha 630 horas de voo de experiência, informou a companhia à AFP.

Carsten Spohr, CEO da Lufthansa, disse em entrevista coletiva que Lubitz começou seu treinamento em 2008 e foi comissário de bordo enquanto não podia pilotar.

Disse ainda que ele interrompeu o treinamento por alguns meses, mas que isso não é incomum, e que ao se tornar copiloto estava "100% apto para voar, sem restrições". Segundo Spohr, ele passou em todos os exames médicos e de pilotagem.

O copiloto era natural de Montabaur, na região de Rhineland-Palatinate, na Alemanha. Ele vivia com os pais na cidade e também tinha uma moradia em Düsseldorf, afirmou a prefeita de Montabaur ao jornal "El País".
A publicação espanhola afirma ainda que o perfil de Lubitz no Facebook foi apagado (veja acima uma captura de tela da página).

Na casa que acredita-se ser dos pais de Lubitz, as cortinas estavam fechadas nesta quinta-feira e quatro carros de polícia isolaram o local, informou a AP. A casa de dois andares fica em um bairro próspero de Montabaur, cidade localizada a cerca de 60 km de Frankfurt. Os vizinhos se recusaram a comentar o caso.

Comentários