» » » » Acusado do tráfico de drogas e homicidios é preso armado com revólver



O Jovem Cosmo Diego dos Santos Correia foi preso mais uma vez,  apos perseguição policial ele foi abordado nos cruzamentos da rua José Marrocos com São Joaquim, com o mesmo foi encontrado uma pistola e a perseguição se deu ao fato do mesmo ter cometido um assalto poucos momentos antes (ainda não confirmado)

Histórico

Diego responde por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, crime de trânsito e usuário de droga, suspeitos de 3 homicidios e ja sofreu dois atentados a bala.

  No  dia 6 de junho de 2012, ele foi preso por equipes da FTA e Ronda do Quarteirão sob a acusação de trafegar armado em uma moto praticando assaltos. O mesmo estava sentado à porta de um imóvel no cruzamento das ruas Tenente José Dias e Assis Sobreira (Timbaúbas) e correu ao ver os PMs, deixando a moto Yamaha YBR Factor 125 K de cor preta e placa OCP-2354. A polícia o perseguiu prendendo-o com um revólver calibre 32 e dois cartuchos intactos.

 No dia 13 de janeiro de 2013 a polícia voltou a prendê-lo junto com dois comparsas. Novamente, o jovem estava com um revólver calibre 38 tendo seis cartuchos no imóvel número 414 da Rua Sebastião Regis (Aeroporto). Ele e Josualdo Cícero dos Santos, de 29, além de um menor de 17 anos apelidado por Léo, foram acusados de lesionarem o adolescente Warley Rufino dos Santos, de 16 anos, que tinha acabado de dar entrada no Hospital Regional do Cariri com um ferimento à bala no pé. 

     No dia 13 de fevereiro de 2013, igualmente do ano passado, Diego foi preso com mais um revólver quando se encontrava na Vila Isaac (Timbaúbas) apontada como uma “boca de fumo”. Vizinhos avisaram aos PMs que estavam pulando o muro de suas casas quando estes chegaram e foi feito um cerco com o auxílio da aeronave da Ciopaer sobrevoando a área. Diego foi preso e um comparsa conseguiu fugir. No interior da casa onde ele estava os PMs encontraram um revólver calibre 38 com seis cartuchos intactos e uma moto Honda Twister de cor preta, drogas, dinheiro e um cachimbo para uso de crack.

no dia 16 de maio de 2014 após ser baleado Diego foi submetido a uma cirurgia. O crime aconteceu na Rua Valdomiro Marçal do Carmo (São José) e os disparos efetuados por dois homens em uma moto vermelha atingiram ainda o menor Daniel Guilherme Siqueira, de 16 anos, residente no Triângulo.

Segundo informações colhidas Diego teria sido posto em liberdade a pouco mais de 30 dias.

About Léo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply