Header ads

ads

» » » 443 deputados são denunciados pelo MPF na "Farra das Passagens"



A Procuradoria da República da 1ª Região (Brasília) denunciou na última sexta-feira (28) um total de 443 ex-deputados por uso indevido de dinheiro público. O crime atribuido a eles é de peculato, cuja pena varia de dois a 12 anos de prisão em caso de condenação. Os ex-parlamentares são acusados de utilizar indevidamente a cota de passagens aéreas da Câmara e do Senado para fins particulares. O caso ficou conhecido em 2009 como a farra das passagens. A informação está publicada no site Congresso em Foco.
Entre os ex-parlamentares denunciados, há representantes dos principais partidos políticos do país e figuras de expressão nacional, como o atual secretário do Programa de Parcerias de Investimentos do governo Michel Temer, Moreira Franco, o prefeito reeleito de Salvador, ACM Neto (DEM), o ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato do PDT à Presidência da República. Os ex-deputados Antonio Palocci (PT) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presos em razão das investigações da Operação Lava Jato, também são alvos da Procuradoria.
Caberá ao TRF 1 decidir se aceita ou não denúncia apresentada pela Procuradoria da República contra ex-parlamentares acusados de utilizar indevidamente cota de passagens aéreas da Câmara.
(Portal Congresso em Foco)

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor nos avise através do Whatsapp (88) 8812-5476. Duvidas, criticas ou sugestões também podem ser enviadas em nosso contato Whatsapp.
Gostou do conteúdo? confira outras noticias em nossa fã page

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply