quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Policiais civis do Cariri pedem ajuda ao Padim Ciço



Os policiais civis da Região do Cariri realizaram um manifesto na estátua do Padre Cícero no Horto. A movimentação ocorreu na manhã desta quarta-feira (9). Os agentes dizem que esse é um meio de fortalecer a luta e engajar o movimento. A movimentação aconteceu no 13º dia de greve dos policiais civis em todo o estado do Ceará.

O inspetor da polícia civil Orismar Ricarte contestou que houvesse aumento salarial, como foi divulgado na imprensa estadual. Ele explica que houve a aprovação de uma lei que restabelece o plano de carreira da categoria. “Não houve aumento, o que há é uma promoção”, destaca.

O escrivão Lúcio Lourenço criticou a fala do delegado geral, que chamou os policiais de pilantra. Falou ainda que as promessas de campanha do governador Camilo Santana (PT), ainda em campanha, tratam sobre a efetivação do nível superior para a categoria.

Outra denúncia feita pelo escrivão é sobre a condição dos equipamentos que eles trabalham. Conforme Lourenço, as munições, coletes vencidos e viaturas com documentos irregulares. “Não faz sentido a gente trabalhar sem um compromisso do governo de fazer distritos na delegacia”, denúncia.

Os policiais estão acampados realizando movimentos pacíficos em todo o estado do Ceará. Em Fortaleza, a categoria está acampada em frente ao Palácio da Abolição, sede do governo estadual.

Miséria 


Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor nos avise através do Whatsapp (88) 8812-5476. Duvidas, criticas ou sugestões também podem ser enviadas em nosso contato Whatsapp.
Gostou do conteúdo? confira outras noticias em nossa fã page

Nenhum comentário:

Postar um comentário