Header ads

ads

» » » Veja os destaques de capa das revistas neste domingo, 6 de novembro 2016



Istoé
ISToE-2
Exclusivo: as contas secretas de Henrique Alves. Documentos obtidos por Istoé mostram que o ex-ministro do PMDB tentou esconder no Emirados Árabes e no Uruguai cerca de R$3 milhões em recursos ilegais recebidos de empreiteira do Petrolão, mesmo depois de ter sido flagrado pela Lava Jato.
Os problemas domésticos de Temer
Além de comandar um País ainda em crise, fruto do legado deixado pelo PT, o presidente Michel Temer está às voltas também com problemas caseiros, os quais precisa contornar para conseguir fazer a máquina deslanchar e aprovar projetos cruciais pela frente. Ele está tendo que equilibrar ministros ameaçados por delações premiadas, além do humor do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso preventivamente em Curitiba. A ameaça de uma delação de Cunha assombra o Palácio do Planalto. É como uma metralhadora carregada, com poder para atingir vários dos seus principais ministros.
Essa mulher atrasa o Brasil
Ex-ministra da Casa Civil e denunciada pela Operação Lava Jato, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) começou a manchar publicamente a própria biografia quando adotou a postura de líder da tropa de choque de Lula e Dilma no Senado. Depois do impeachment, ela vem transformando sua atividade parlamentar em sinônimo da política do quanto pior melhor, promovendo uma oposição inconsequente que em nada contribui para que o País avance. A última investida de Gleisi contra o País se deu na semana passada, durante a tramitação da PEC do Teto dos Gastos Públicos. A proposta, já aprovada em dois turnos pela Câmara dos Deputados, é apontada pelo governo, por economistas e até por parte da oposição, como um instrumento indispensável para que o País retome o equilíbrio fiscal e reencontre o caminho do crescimento. Para entrar em vigor, a PEC precisa ser aprovada em dois turnos no plenário do Senado, o que deverá ocorrer até 13 de dezembro. Antes de ir ao plenário, porém, o projeto precisa do aval da Comissão de Constituição e Justiça, o que poderia ter ocorrido já na terça-feira (1), não fosse a atuação de Gleisi.
A hora do voto não obrigatório
Nos países mais desenvolvidos, modernos e nas democracias mais consolidadas do mundo o voto não é obrigatório. Esse conjunto de nações prefere valorizar a opinião dos mais interessados e envolvidos na política, pela via do sufrágio consciente, essencial para evitar uma série de distorções da democracia representativa. A mais perniciosa delas, o voto do cabresto, no qual se inclui a compra de votos. Nas últimas eleições, a população brasileira emitiu o recado nas urnas de que deseja seguir por esse caminho. Ou seja, quer ter o direito de escolher se vai votar ou não. Essa liberdade é justamente a essência da democracia. O voto obrigatório expõe uma contradição: como um governo pode ser democrático se não assegura a seus cidadãos o direito de escolher se querem participar ou não da vida política?

VEJA2
Veja

O Império rachou forever. Veja visitou os redutos de Hillary e Trump às vésperas da eleição mais dramática da história recente e a conclusão é que seja quem for o próximo presidente, os Estados Unidos jamais serão como antes.
Planalto considera a hipótese de Lula fugir do Brasil
Reportagem publicada na mais recente edição de VEJA que chega às bancas neste sábado revela os detalhes de como o governo do presidente Michel Temer vem lidando em sigilo com um delicado assunto: o risco de o ex-presidente Lula fugir do país.
No momento em que o cerco da Operação Lava-Jato se fecha sobre o petista, as investidas dos advogados de Lula na Organização das Nações Unidas (ONU) levaram o ministro José Serra a procurar o presidente da República para analisar as consequências de um eventual pedido de asilo político de Lula.
Lava-Jato chega ao Corinthians e aos estádios da Copa do Mundo

A Operação Lava-Jato chegou ao Corinthians. O ex-presidente do clube paulista e deputado federal Andrés Sanchez (PT-SP) virou alvo de um inquérito sigiloso instaurado com autorização do ministro Teori Zavascki, relator dos processos do petrolão no Supremo Tribunal Federal(STF). A Procuradoria-Geral da República(PGR) suspeita que o parlamentar petista tenha praticado os crimes de corrupção passiva, tráfico de influência e lavagem de dinheiro. Além disso, os empreiteiros Emílio e Marcelo Odebrecht, em sua proposta de delação premiada, confirmaram que a empresa pagou caixa dois para a campanha de Sanchez em 2014. Os dois empresários ainda revelaram, num capítulo exclusivo sobre o estádio Itaquerão, que os ex-presidentes Lula e Dilma ajudaram a destravar financiamentos de 750 milhões de reais concedidos pelo BNDES e pela Caixa Econômica Federal para construir a arena que sediou a abertura da Copa do Mundo de 2014.
‘Tragédia em Mariana foi sinal para mineradoras de todo o mundo’

Há exato um ano, quando a barragem da Samarco se rompeu no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, o mar de lama rapidamente alcançou o rio Gualaxo do Norte, em Minas Gerais. Ficava claro ali que o impacto da tragédia não seria sentido apenas nas terras mineiras. Por onde passou, o fluxo de rejeitos trouxe morte e destruição ao ecossistema local e enormes prejuízos às populações que dependiam do rio. Foi assim no Espírito Santo de Paulo Hartung (PMDB). Em entrevista ao site de VEJA, ele relembra o ‘corpo mole’ da Samarco diante do desastre – e cita o esforço do governo para obter um acordo sem judicializar as negociações com a empresa. Hartung afirma que a tragédia acabou por eliminar o tênue equilíbrio ambiental que ainda restava no Rio Doce. Mas salienta: “O rio já estava muito mal antes do desastre”.
PSDB já admite apoiar a reeleição de Maia na Câmara
O PSDB já admite apoiar a reeleição do deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) para presidência da Câmara em fevereiro, caso o parlamentar consiga viabilizá-la juridicamente. O apoio é defendido por aliados dos três principais caciques tucanos: o senador Aécio Neves (MG), presidente nacional da legenda; o ministro das Relações Exteriores, José Serra; e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

EPOCA2
Época

A Arrancada Final. Hillary lidera. Trump tenta atropelar no último momento e assim se encerra a disputa mais sangrenta da história das eleições americanas.
Rio Doce continua imerso na lama um ano após desastre da Samarco
Há um ano, o Brasil viveu seu pior desastre ambiental. Uma barragem de rejeitos de mineração da Samarco, empresa controlada pela Vale e pela multinacional BHP, se rompeu, lançando uma avalanche de lama. A onda de rejeitos arrasou o distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, Minas Gerais, matando 19 pessoas. Depois, seguiu pelo curso do Rio Doce até chegar ao Espírito Santo e se espalhar no mar.
Hillary escala Beyoncé e Trump cruza o país em reta final de campanha apertada
Nos últimos dias de uma disputa apertada pela Casa Branca, os dois principais concorrentes à presidência dos Estados Unidos convocaram celebridades e planejaram uma agenda com milhares de quilômetros de viagens, em busca dos votos que podem decidir a eleição. A cerca de 72 horas da abertura dos locais de votação, na terça-feira (8), a democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump fazem um esforço para convencer eleitores a saírem de casa para votar, principalmente em estados conflagrados, considerados estratégicos.
Teori autoriza prisão domiciliar para empresário apontado como operador de Dirceu
O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou que o empresário Fernando Moura, apontado como operador do ex-ministro José Dirceu em esquemas de corrupção na Petrobras, cumpra pena em regime domiciliar. Preso na 17ª fase da Operação Lava Jato, Moura fechou uma delação premiada e foi solto em novembro de 2015, mas voltou a ser preso em maio deste ano por violar o acordo.
Polícia Federal tem até o dia 22 para entregar relatório sobre Collor
O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki deu mais fôlego aos investigadores encarregados de concluir um relatório sobre o senador Fernando Collor de Mello (PTN-AL), suspeito de ter recebido quase R$ 30 milhões desviados da BR Distribuidora. O prazo deles expira no dia 22 de novembro.

CARTA2
Carta Capital

Pobre povo brasileiro. 
Ajuste fiscal de Temer pune pobres, diz Conselho de Economia
Em recente viagem à Índia, Michel Temer foi perguntado pela BBC Brasil sobre o motivo de ter escolhido um ajuste fiscal (congelar verbas sociais por 20 anos) que pune os pobres e poupa os ricos. Respondeu que a crítica “não tem procedência” e que “não há nenhuma perseguição aos mais pobres”. Uma explicação pouco convincente, segundo certos economistas, incluindo o conselho federal da categoria.
Nos EUA, legalização da maconha vai a votação em nove Estados
Na terça-feira 8, quando os norte-americanos irão às urnas escolher o sucessor de Barack Obama na Presidência e novos representantes no Congresso, eleitores de nove Estados decidirão, ainda, se o consumo de maconha deve ou não ser legalizado.
Arizona, Califórnia, Maine, Massachussets e Nevada votarão a legalização da erva para uso recreativo por adultos, algo que já é realidade no Distrito de Columbia e nos Estados do Colorado, Alasca, Oregon e Washington. Em Arkansas, Dakota do Norte, Flórida e Montana, por sua vez, o que está em jogo é a liberação do uso medicinal da cannabis, já permitido em 25 dos 50 Estados dos EUA.
Brasil é ouro em arrecadação por capital escondido
O governo acaba de arrecadar 50 bilhões de reais com a confissão de brasileiros de que escondiam dinheiro no exterior. É o maior caso mundial de regularização de capitais, segundo um especialista no assunto, consequência de acordos internacionais que tornam cada vez mais difícil ocultar dólares.

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor nos avise através do Whatsapp (88) 8812-5476. Duvidas, criticas ou sugestões também podem ser enviadas em nosso contato Whatsapp.
Gostou do conteúdo? confira outras noticias em nossa fã page

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply