Header ads

» » » » » » » » » » » Secretário de Turismo e Romaria participa de audiência pública para debater transporte dos romeiros

O Secretário de Turismo e Romaria, Júnior Feitosa, participou, na manhã desta sexta-feira, 05, da audiência pública convocada pela Reitoria da Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores, para discutir alguns pontos acerca da fiscalização realizada pelos órgãos federais que respondem pelas questões de transportes e rodovias, a Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF).



Segundo o Padre Cícero José e alguns representantes religiosos presentes na audiência, o número de romeiros que visitam a cidade durante os eventos religiosos tem diminuído consideravelmente por conta da intensa fiscalização pelos órgãos responsáveis, não apenas dos carros ‘pau-de-arara’, mas dos ônibus que trazem os peregrinos no período de romaria.
O Secretário de Turismo e Romaria, Júnior Feitosa, disse estar esperançoso com as questões apresentadas na audiência e que espera o bom senso das autoridades. “É preciso uma maior flexibilidade com a questão dos romeiros.  Não queremos passar por cima das leis, mas é preciso rever algumas questões em relação às cidades que possuem suas romarias. O romeiro merece, acima de tudo, muito respeito”, disse.
O coordenador da Pastoral de Romaria, José Carlos dos Santos, apresentou proposta de resolução da comissão de romaria, em que o romeira tenha a liberdade de escolha de decidir o meio de transporte que deseja utilizar para realizar sua peregrinação, a exemplo do ‘pau-de-arara’, mas com alguns requisitos de adaptação, como bancos de encostos, carrocerias com proteção lateral, coberturas com estrutura material de resistência adequada e condutor habilitado nas categorias do tipo de transporte, conforme o Código Brasileiro de Trânsito(CBT).
Mais de 300 motoristas e fretantes de cooperativas de transportes de todo o Nordeste participaram da audiência e apresentaram suas reivindicações em relação à intensa fiscalização por parte dos órgãos de trânsito. Segundo eles, multas altíssimas eram aplicadas, muitas chegando R$ 6 mil.
O Prefeito Arnon Bezerra, junto ao Secretário de Turismo e Romaria, Júnior Feitosa, e representantes religiosos de Juazeiro do Norte, esteve em Fortaleza, com o Governador Camilo Santana, em seu gabinete, para tratar de assuntos referentes às romarias. Após a reunião, o Prefeito seguiu para Brasília, onde se encontrou com o Ministro dos Transportes, Maurício Quintella, para discutirem essas questões.
Nova regulamentação
Na proposta apresentada, o coordenador José Calos dos Santos, também defendeu a criação de uma lei específica para a regulamentação dos meios de transporte dos romeiros. “Existem duas grandes vertentes de trabalho para serem desenvolvidos. A primeira é uma regulamentação própria que se disponha para as romarias, não apenas de Juazeiro, mas de também das cidades de grandes peregrinações religiosas. Para isso, é preciso forte articulação política, com a gestão municipal, deputados, entre outros. E segunda é a humanização no tratamento dado aos romeiros e aos motoristas”.
O coordenador também destacou a importância de estabelecer uma política de educação com os agentes da PRF e da ANTT para o tratamento de respeito à dignidade dos romeiros e de desenvolver campanhas e ações educativas com os fretantes, motoristas e coordenadores de romaria sobre a segurança no trânsito.
O Diretor Geral da Polícia Rodoviária Federal, Renato Borges Dias, disse que esses diálogos são importantes e que o objetivo da PRF não era atrapalhar as atividades religiosas, mas que era preciso cumprir com o que está estabelecido na lei, de forma que esses peregrinos possam chegar às cidades com total segurança.   
Diante das questões apresentadas, ficou definido que será escolhido dois representantes das cooperativas de transportes dos romeiros para somar forças na Comitiva que irá até Brasília para reunião com o Conselho Nacional de Trânsito.  
Secretaria de Saúde orienta idosos sobre uso racional de medicamentos
Neste dia 5 de maio, data em que se celebra o Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos, a Secretaria de Saúde de Juazeiro do Norte, através da Central de Assistência Farmacêutica - CAF, em parceria com o Núcleo de Mobilização Social, cursos de Farmácia da Faculdade de Juazeiro do Norte e Faculdade de Medicina de Juazeiro (Estácio FMJ), promoveram um encontro com os idosos atendidos pelo Centro de Referência do Idoso – CRI, equipamento da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho.
A ideia era orientar os idosos quanto ao uso racional dos medicamentos, principalmente porque esse público, em sua maioria, tem necessidade de utilizar pelo menos um tipo de medicação diariamente. Estando orientados quanto aos cuidados que se deve ter ao ingeri-los, diminui-se a probabilidade de intoxicação e outros efeitos colaterais nos pacientes, além da redução dos custos, promovendo também mais saúde e qualidade de vida.
Entre as principais orientações passadas aos participantes do encontro, está a de evitar a dúvida ao passar pelo médico ou na hora de iniciar o tratamento. O primeiro passo para o uso racional dos medicamentos, é perguntar ao médico sobre os efeitos colaterais, a posologia correta, o que se deve evitar durante o período do tratamento, e até mesmo se é preciso evitar algum outro tipo de medicamento que possa inibir a ação do primeiro.
Também é importante informar ao médico, depois de iniciado o tratamento, qualquer tipo de efeito colateral que tenha aparecido. Alguns tipos de medicamentos possuem efeitos diferentes para cada pessoa e é importante garantir a eficácia do tratamento, mesmo que isso signifique modificar a medicação. É por isso que também não se deve orientar o medicamento a qualquer outra pessoa que não tenha passado por uma consulta médica.
E um dos detalhes mais importantes, é evitar a automedicação. Somente um profissional médico, através de uma consulta detalhada e até mesmo com auxílio de exames, pode definir qual o tratamento mais indicado para cada situação.
Os idosos também tiveram a oportunidade de tirar dúvidas relacionadas ao tema, e participaram de oficinas com os estudantes das faculdades, debatendo e trabalhando o assunto de forma prática e dinâmica. Esse foi o primeiro evento da CAF em parceria com o CRI, mas devido a demanda apresentada e da recepção dos participantes, será firmada uma parceria para que outros eventos desse tipo voltem a acontecer, levando mais informação e saúde para as pessoas.

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor nos avise através do Whatsapp (88) 8812-5476. Duvidas, criticas ou sugestões também podem ser enviadas em nosso contato Whatsapp. .

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply