Header ads

» » » Confira versão do médico caririense preso no dia 4 de julho por porte de arma de fogo.



O médico que é neto do ex prefeito de Juazeiro Carlos Cruz, postou em redes sociais sua versão do fato ocorrido em que acarretou na prisão do mesmo por porte ilegal de arma de fogo.

CONFIRA A NOTA

Nota Pública de esclarecimento sobre o ocorrido do dia 04 de Julho:

Ao estar a 2 quarteirões da minha casa na rua Genaro de Oliveira , fui abordado por uma blitz do FTA que estava alojada praticamente na porta da minha residência, lugar inusitado para estratégia de blitz, uma vez que é rua residencial e sem fluxo de trânsito. Fui parado e como qualquer cidadão de bem, parei, cumprimentei os policiais que imediatamente de forma estranha e grotesca mandaram eu descer do veículo, obedeci a ordem dos militares, pois como é de conhecimento de todos, sou um cidadão TRABALHADOR, que respeita a farda militar e conquistei os meus bens de forma idônea, com muita luta, trabalhando de segunda a sábado, incluindo noites de plantões e fazendo atendimentos sociais nos bairros carentes e Pastoral da Criança nos sábados a tarde.
Em
Busca direta ao veículo, encontraram um revolver calibre 38 com 12 balas NÃO deflagradas que era meu, o mesmo se encontrava no cofre do carro, trancado, e era de uso de defesa pessoal, pois como médico da secretaria da justiça do estado do Ceará(Sejus) e atendo os presidiarios da PIRC (Tourão), onde existe facções como o PCC por exemplo, tenho que zelar pela minha segurança.
A arma não tinha registro pois a ganhei de herança, não havia mais como registrá-la, neste momento escutei a voz de prisão de um dos soldados, não nego, fiquei nervoso, com medo,confuso e resisti a prisão, afinal sou um cidadão de bem e nunca sequer havia entrado numa delegacia. Pela resistência a prisão fui acusado de desacato a autoridade, e antes disso, fui contido brutalmente e num ato desumano sofri agressões por 4 soldados que me deixaram escoriações na face, pescoço, braços e o nariz quebrado, fiquei realmente traumatizado com toda aquela ação excessivamente vigorosa e inesperada.
Volto a repetir que tenho um profundo respeito pela classe militar e admiração, tendo inclusive 2 tios que fizeram parte da carreira militar. Irei buscar os meus direitos, assumo os meus erros veementemente, pois agi por instinto, voltando como um cidadão qualquer para casa depois de estar com amigos próximo de casa, como de costume, fazendo meu caminho diário, mas vou procurar legalmente os meus direitos.
Queria poder ter o mesmo espaço nas rádios e blogs que me acusaram e me apedrejaram sem sequer ouvir a minha versão, afinal o sensacionalismo traz mais ibope, e notícias negativas por incrível que pareça são bem recebidas aos ouvidos de alguns, porém um jornalista serio deve escutar e investigar as duas versões, antes de divulgar detalhes e inverdades.
Por fim e sem delongas, agradeço a centenas de pessoas que me mandaram msgs, ligaram e foram na Farmácia dos Pobres prestar o seu apoio e mostrar a sua indignação. Pelos caminhos tortuosos de Deus ele me mostrou como tenho tantos amigos verdadeiros.
A lei há de ser cumprida para os dois lados. Aos amigos,apenas digo, continuo sendo o mesmo Carlos Allysson Cruz de sempre, bom filho, neto, amigo, namorado e médico de todos. Mas irei exigir pelos meus direitos e em momento nenhum os policiais tentaram conversar ou buscar esclarecimentos e sim apenas usar a força brutal e covarde 4 contra 1.
Um abraço e minha vida segue normalmente, não voltarei a tocar no assunto em público, pois acredito na lei e sei que meus amigos estão ao meu lado.
Peço que quem puder,compartilhe o meu desabafo!.


Abaixo confira o relatório policial da ocorrência

CIOPS/JUAZEIRO

BAIRRO LAGOA SECA

PRISÃO POR PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO DE USO

Por volta das 22h11min, chegou ao conhecimento da Ciops, informações dando conta que na rua Genário de Oliveira , bairro Lagoa Seca, um indivíduo estaria batendo na porta da casa do solicitante causando desordem e o mesmo não sabe quem seja. De imediato FTA Motos, foi acionada para o local, todavia o indivíduo havia se evadido. Com base nas características repassadas pelo solicitante os militares iniciaram diligências, e na mesma rua, próximo ao local da ocorrência, abordaram o veículo I/VW AMAROK CD 4X4 S Ano de Fabricação: 2014 Ano do Modelo: 2014 Cor: PRETA, conduzido por CARLOS A C N D A 28 anos, residente no bairro Centro. O mesmo estava portando um revólver calibre .38, marca Taurus, com capacidade para seis munições, estando seis deflagradas e um coldre com seis munições calibre .38 intactas, além de apresentar visíveis sintomas de embriaguez. Diante dos fatos o acusado foi conduzido a delegacia, onde foi autuado por PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO DE USO PERMITIDO – CONSUMADO.

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply