Header ads

ads

» » » Denúncias pelo WhatsApp resultam em prisões e apreensão de armas e drogas no Crato





Há um ano a Polícia Militar do Crato passou a utilizar o WhatsApp para receber denúncias da população cratense. O uso do aplicativo tem sido bem sucedido. Através dele, prisões de pessoas e apreensões de armas e drogas foram efetuadas ao longo deste tempo.

“Temos colhidos frutos bem produtivos”, ressalta o Major L. Rodrigues, comandante da Polícia Militar em Crato. “Fizemos a prisão de um indivíduo que tinha matado a sogra na cidade de Araripina (PE) e alguém do povo fez a denúncia através do aplicativo e nós conseguimos chegar a pessoa dele”, acrescenta.

Em entrevista ao Crato Em Foco (Assista abaixo), o Major L. Rodrigues ressalta outras ações da Polícia Militar em Crato feitas a partir de denúncias através do WhatsApp. Como exemplo, citou o caso de um homem que matou a própria filha em Mogi das Cruzes-SP e foi preso em Crato. O caso ganhou repercussão nacional.

Denúncia e sigilo

Alternativamente ao número 190, as denúncias podem ser feitas ligando ou enviando mensagens via WhatsApp para o número (88) 9 9869-9535.

“A população tem sido os verdadeiros olhos da Polícia Militar”, declara o major. “Sem a população não vamos a lugar nenhum”, acrescenta, ressaltando que é garantido o total sigilo à pessoa que denunciar. “Você falará direto com o operador e ele passará essas informações para nós”.

Durante a entrevista, o Major L. Rodrigues ainda comentou outros assuntos, como trotes e a futura implantação de uma Base Permanente da Polícia Militar para atender a população da Zona Rural do Crato.

Foto: Robson Roque

Via:Crato Em Foco

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply