» » » Poeta e violeiro Anacleto Dias morre, aos 92 anos, em Juazeiro do Norte



Juazeiro do Norte. O poeta e músico Anacleto Dias, natural de Assaré, faleceu por volta das 21 horas desta quinta-feira (12), aos 92 anos. Anacleto estava internado no Hospital Regional do Cariri há 45 dias em decorrência de uma pneumonia e veio ao óbito por causa de insuficiência pulmonar. O artista começou a tocar aos treze anos e, ainda na adolescência, formou dupla com o poeta Patativa do Assaré.
A família informou que o corpo do repentista será velado no Centro de Velório Anjo da Guarda, em Juazeiro do Norte. O sepultamento acontecerá no cemitério do Socorro, no mesmo Município, por volta das 16 horas.
TrajetóriaAnacleto Dias de Oliveira nasceu no sítio Cacimbas, no 17 de abril de 1925. Na época a comunidade pertencia ao município de Assaré, hoje é território de Tarrafas. Ele aprendeu a tocar viola aos 13 anos, através de livro com notas musicais e já era cantador de improviso. Com 15 anos já tinha o seu próprio violão e fez parceria com Patativa do Assaré.
A dupla fazia improvisos gratuitamente para as pessoas em casas de famílias, festas, aniversários e casamentos. Por conta dos festejos juninos, Patativa e Anacleto tocavam muito em outros estados como Paraíba, Maranhão, São Paulo, Santa Catarina, Paraná.
Em 2011, foi agraciado com o Projeto Café da Literário da Escola Estadual Moacir Mota e também foi reconhecido como Mestre da Cultura Popular de Assaré. Além da arte de violeiro teve outras profissões como agricultor, vaqueiro, seleiro e cozinheiro. Anacleto era casado e deixa sete filhos.                              

(Blog Diário Cariri)

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply