» » » 'É agressivo, machuca', diz Gagliasso ao falar do racismo contra a filha

Titi, de 4 anos, sofreu ataques promovidos pela brasileira Day McCarthy na última semana









Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank participaram de uma reportagem especial no Fantástico deste domingo (2), na qual falaram pela primeira vez sobre o caso de racismo contra sua filha, Titi.

''Eu não tinha ideia. É óbvio que a gente sempre soube, mas viver isso de perto e dentro de casa é muito forte. É agressivo, machuca e a gente só sente isso quando está dentro da nossa casa'', disse o ator, com voz embargada. ''A gente estava despreparado para o que vinha e a gente se sente meio correndo contra o tempo para conseguir as ferramentas necessárias para criar a nossa filha negra em um país racista'', complementou Giovanna.

Titi, de 4 anos, já foi vítima de ataques racistas três vezes na internet. ''A primeira delas foi uma menor de idade, a segunda foi um cara que está acostumado a fazer isso com várias pessoas e agora uma mulher que se filmou falando essas coisas da minha filha. Eu nunca de fato vou sentir na pele o que é o racismo, mas minha filha é negra, né?'', afirmou o ator.

''Como eu, com 31 anos, começo a ver questões como essas só agora? Por que eu nunca ajudei? Por que eu não fiz alguma coisa antes? Por que eu deixei passar algumas coisas?'', questionou Giovanna Ewbank. ''Isso é muito forte na minha vida hoje'', completou.

Na última semana, Titi sofreu ataques racistas promovidos pela brasileira Day McCarthy, que publicou um vídeo no qual afirma que as pessoas que a criticam por sua aparência vão ao Instagram de Gagliasso e Ewbank e elogiam a filha do casal, que é negra. Bruno prestou queixa na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, no Rio de Janeiro.

''Ela é uma criminosa. Precisa pagar pelo o que fez. Estou aqui porque ela disse que está em outro país. Conversando com a delegada, ela disse que é muito importante fazer isso, porque é crime em qualquer lugar do mundo e ela vai responder por isso'', disse o ator.

Day McCarthy, cujo nome verdade é Dayane Alcântara Couto de Andrade, mora em Las Vegas, nos Estados Unidos. Ela já foi presa por prostituição no Estado da Virgínia.



Fale com o CCEV, envie a sua matéria, mostre o Cariri como você também vê. É só clicar e falar diretamente no whatsapp

http://bit.ly/whatsccev


About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply