Header ads

» » » Forró pode receber título de Patrimônio Imaterial do Brasil

O ritmo brasileiro é celebrado nesta quarta-feira (13), data de aniversário do cantor e compositor nordestino Luiz Gonzaga



CULTURA HOMENAGEM

Com letras regionais, sotaque nordestino e dança arrastada, surgia o forró. O ritmo, originalmente brasileiro, já é bem conhecido no País, mas foi no Nordeste, na voz e na sanfona de Luiz Gonzaga que o Forró ganhou vida e conquistou o Brasil inteiro.

O Dia Nacional do Forró é celebrado nesta quarta-feira (13), data de aniversário do cantor e compositor, também conhecido como o Rei do Baião.

O ritmo está perto de conquistar o título de patrimônio imaterial brasileiro. Para preservar a cultura do forró, a Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado (CDR) debate a inclusão do ritmo à lista de bens imateriais brasileiros. A medida pode valorizar, ainda mais, a dança, a história e a cultura nordestinas. Para 2018, são esperadas audiências públicas no Nordeste para debater o tema.

Ex jogador do Icasa exige aluguel e 500 mil de Viviane Araújo

De acordo com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o pedido de reconhecimento do título surgiu a partir de um movimento do setor cultural, em busca de melhoria das condições de cidadania dos artistas que trabalham com o forró em suas diversas denominações (baião, xote, xaxado, rojão, xamego, balanço, miudinho, forró-samba e quadrilha/arrasta-pé).

Apesar das transformações musicais, o forró ainda traz o regionalismo e a representação cultural do Nordeste brasileiro. “Enxergo o forró como forma de manter a chama cultural viva. A gente vê que não é coisa só para os mais velhos, mas para a juventude também”, explica Alexandre da Silva Marques, um dos coordenadores da quadrilha Sabugo de Milho, de Brasília.

O Rei do Baião

Luiz Gonzaga do Nascimento nasceu no sertão pernambucano, em 13 de dezembro de 1912. Ao servir o exército no Rio de Janeiro, em 1939, Gonzaga passou a se dedicar à música e, com sua sanfona, tocava em bares da cidade. Desde então foi ficando conhecido, e os convites para gravar discos e participar de programas radiofônicos começaram a surgir.

Com mais de 500 composições, suas canções estavam relacionadas a injustiças, à cultura do Nordeste, a amores e à valorização do próprio ritmo forró. Em 1984, Gonzaga recebeu o primeiro disco de ouro, com “Danado de Bom”. A música “Asa Branca” é a mais conhecida do cantor, sendo considerada um Hino do Nordeste. Luiz Gonzaga faleceu em Recife (PE), em 2 de agosto de 1989. Com informações do Portal Brasil.

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply