» » » » Morto em Juazeiro acusado de cinco homicídios, lesões corporais e tráfico de drogas






O ex-presidiário Cledson Israel dos Santos, de 24 anos, o “Cleicinho” foi morto a bala na tarde de hoje (07/02) no bairro do Socorro, mais precisamente na rua Clovis Bevilaqua, bem proximo da rua Possidonio.

A principio a unica informação que temos é que o mesmo sofreu as lesões a bala na localidade acima citada, dentro de sua residencia, ele foi posto em liberdade há poucos dia. Mais informações sobre o fato postaremos em breve.




Segundo a polícia, o mesmo é suspeito de envolvimento em cinco homicídios e responde por crimes de tráfico de drogas, lesões corporais e porte de arma de fogo desde quando era de menor.

DIA 3 DE JANEIRO 2011

Luis Milton da Silva, de 26 anos, o “Didi”, que residia na rua Arsênio Sobreira, 376 (Bairro Timbaúbas), foi morto com três tiros quando trafegava no cruzamento das ruas Arsênio Sobreira com Tenente José Dias daquele bairro. Didi respondia por homicídio e desacato.

DIA 6 DE MARÇO 2011

Rafael Jackson Bezerra, de 21 anos, que residia no Bairro Frei Damião, foi morto com um tiro no tórax. O corpo foi encontrado ao lado de sua moto Honda CG 125 Fan na Rua Manuel Tavares Lopes daquele bairro e a vítima respondia por crimes de roubos e ameaças.

DIA 14 DE AGOSTO 2011

José Cláudio da Silva, de 23 anos, o Lequinha, foi morto com vários tiros de revólver perto de sua residência na Rua Rui Barbosa (Timbaúbas) por “Cleicinho” e mais dois comparsas numa moto. A vítima era suspeita de ter assassinado Pedro Henrique da Silva na madrugada daquele mesmo dia.

DIA 24 DE SETEMBRO 2011

Luis Carlos da Silva, de 24 anos, que residia no Bairro Timbaúbas, foi morto com um tiro de revólver no abdômen quando trafegava pela Rua Arsênio Sobreira, 362 daquele bairro. Ele era irmão de “Didi” que tinha sido assassinado no dia 3 de janeiro.

DIA 08 DE MARÇO DE 2016


Joseano Pereira da Silva, de 25 anos, o “Joquinha” que residia na Rua Antonio Gonçalves Sobreira, 1242 (Tiradentes), foi morto a tiros por dois homens numa moto Yamaha YBR que o perseguiram a mataram na Rua Alexandre Romão Felipe daquele bairro. A vítima respondia por porte ilegal de arma de fogo e receptação.

Levantamento feito por Demontier Tenorio, quando o "Cleicinho" foi preso em 2017 por trafico de Drogas.

Redação.

Fale com o CCEV, envie a sua matéria, mostre o Cariri como você também vê. É só clicar e falar diretamente no whatsapp

http://bit.ly/whatsccev

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply