Header ads

ads

» »Unlabelled » Bolsonaro fala em criar “bancada da metralhadora

De saída do Partido Social Cristão (PSC) para o Partido Social Liberal (PSL), Jair Bolsonaro (RJ) voltou a fazer barulho na Câmara, acompanhado de um séquito de defensores do militarismo. Ao anunciar, oficialmente, a filiação ao PSL nesta quarta-feira (7), Bolsonaro protagonizou  ato promovido pelo partido na Câmara e, com artilharia apontada contra o "politicamente correto", afirmou que o ex-ministro da Defesa, Raul Jungmann, agora titular da pasta extraordinária da Segurança Pública, é um "comunista" Caprichando no tom bélico do discurso, Bolsonaro afirmou que a chamada "bancada da bala" aumentará na próxima legislatura e, com o deputado Francischini, delegado por formação, poderá ser a "bancada da metralhadora". "Mais importante que a nossa vida é a nossa liberdade", disse, antes de afirmar que Jungmann é um "desarmamentista e comunista".

via Flavio Pinto News 

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply