Header ads

ads

» »Unlabelled » Remédios terão alta de 2,84% a partir de 31 de março

Os consumidores devem ficar atentos aos preços dos medicamentos nas próximas semanas. É que a partir de 31 de março, o valor dos produtos deve sofrer reajuste de até 2,84%. Para quem compra remédio constantemente o ideal é fazer pesquisa de mercado para encontrar o preço mais em conta. Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista dos Produtos Farmacêuticos do Estado do Ceará (Sincofarma-CE), Maurício Filizola, por conta da concorrência, muitos estabelecimentos oferecem promoções para atrair os consumidores. "O mercado é bastante competitivo e muitas vezes é praticado um preço abaixo do que é estabelecido, então geralmente o consumidor compra abaixo do que é estipulado". Apesar disso, Filizola diz que ainda é cedo para se preocupar com as mudanças nos preços dos remédios. "A partir do dia 31 o reajuste é aplicado, mas demora um pouco, em torno de 15 dias, para consumidores verem na prática essa alteração", assinala. De acordo com ele, a variação é a menor dos últimos 10 anos e não deve impactar no consumo de medicamentos. "Não há por enquanto uma movimentação maior de pessoas nas farmácias. Os consumidores não estão tão preocupados como nos outros anos porque o reajuste é muito pequeno e segue a inflação em queda. Os medicamentos têm subido abaixo da inflação. Eu não acredito que isso vai fazer uma diferenciação na vida das pessoas", explica. Pesquisa Apesar da variação não ser tão elevada quanto em anos anteriores, os consumidores precisam ter atenção na hora da compra. Existem ferramentas que orientam as pessoas a comprarem nos estabelecimentos onde os preços estão mais em conta. "Essa economia é natural. Alguns produtos genéricos e similares concorrem entre si. Há uma variação entre os produtos com o mesmo princípio ativo". Comparativo de preços Para facilitar a vida do consumidor, existem ferramentas que comparam os preços dos remédios. É o caso do site "Melhor Farmácia". O preço cobrado pelo mesmo medicamento pode sair até 81% mais barato de loja para loja, segundo levantamento do Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade, instituição de ensino e pesquisa da área farmacêutica. Na avaliação de Andrea Rodrigues, diretora executiva da Melhor Farmácia, a maioria das farmácias deve adotar o reajuste liberado pelo governo no dia 1º de abril. Fonte: Diário do Nordeste

About Cariri como eu vejo

Olá! Eu sou Leo design web.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Leave a Reply