terça-feira, 24 de abril de 2018

Juazeiro do Norte poderá sediar uma regional do Poder Judiciário

Grupo formado por juízes e promotores analisa o melhor
local para a secretaria. 
O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) avalia a possibilidade de instalação de uma secretaria regional do órgão no Cariri. Uma reunião no final de março iniciou estudos sobre a proposta. Na fase inicial, membros do órgão realizaram visitas a possíveis espaços e servidores são capacitados para atuar no novo ambiente do judiciário estadual.
A iniciativa, somada à instalação do Sistema de Automação Judicial, deve dar maior rapidez à tramitação de ações, assim como economia ao Judiciário. Também são debatidos temas como o dimensionamento da estrutura física e de pessoal para funcionamento da futura unidade no Cariri. Será verificada, ainda, a quantidade ideal de servidores que atuarão com base na projeção de ações que tramitam na região.

A repartição da Justiça no Cariri deverá ser sediada em Juazeiro do Norte. Na última semana, juízas, diretoras e servidores dos fóruns das Comarcas de Juazeiro e Barbalha visitaram o Centro Multiuso para averiguar as instalações. O chefe de gabinete da Prefeitura de Juazeiro, Nildo Rodrigues, enfatiza a centralidade do espaço como aspecto positivo para que o Município se torne sede da secretaria regional.

Segundo conta, o Centro Multiuso se constitui como espaço privilegiado ao concentrar diversos serviços de órgãos regionais. O prédio ainda contará, em breve, com um terminal rodoviário intermunicipal e ações da própria Prefeitura, que vai transferir as ações administrativas para o centro.

De acordo com a juíza da Comarca de Juazeiro, Maria Lúcia Vieira, são necessários novos estudos técnicos, a exemplo da quantidade de servidores alocados para a futura secretaria, assim como adequações do espaço à realidade das atividades desenvolvidas pelo setor Judiciário.

De acordo com a assessoria de comunicação do TJCE, um grupo de juízes, promotores e servidores segue estudando a proposta para instalação da secretaria, assim como na capacitação dos profissionais que vão atuar no novo espaço.                          (Jornal do Cariri)


Nenhum comentário:

Postar um comentário