segunda-feira, 8 de abril de 2019

8 de abril, dia mundial de combate ao câncer; o Cariri também está nessa luta


O dia 8 de abril marca uma data mundial de combate ao câncer, doença tão temida e envolta de tabus. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), esse é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células que invadem tecidos e órgãos.

O câncer pode ser causado por fatores externos, como substâncias químicas, radiação e vírus, e/ou internos, como hormônios, condições imunológicas e mutações genéticas. Em geral, não é hereditário, apesar de existem alguns fatores genéticos que tornam pessoas mais sensíveis à ação do agentes externos, o que explica porque algumas delas desenvolvem câncer e outras não, quando expostas a uma mesma substância cancerígena.

Muitos tipos de câncer são curáveis, desde que identificados e tratados no estágio inicial. Pensando nisso, alguns exames e cuidados de rotina são essenciais não só parra a detecção precoce como para mesmo evitar a doença.

A vacinação de meninas de 9 a 13 anos contra o HPV, por exemplo, e a realização periódica do exame Papanicolau são as estratégias indicadas para evitar o câncer de colo de útero. Já o câncer de mama, o que mais atinge as mulheres depois do de pele não melanoma, não pode ser prevenido, mas é possível diagnosticá-lo precocemente por meio de mamografias periódicas e autoexames. É fundamental a atenção para qualquer alteração nas mamas.

De acordo com o Ministério da Saúde, frutas, legumes, verduras e cereais integrais , por exemplo, são alimentos que ajudam na prevenção do câncer, quando incluídos em uma dieta variada e equilibrada. Assim como a prática de exercícios físicos, seja fazendo caminhadas ou aulas de dança, trocando o elevador pelas escadas ou mesmo cuidando da casa ou do jardim. Além da alimentação saudável, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e cigarro reduz as chances de desenvolver a doença.

Dados do INCA mostram que, apenas em 2018, foram registrados mais de 580 mil casos novos de câncer no Brasil. O câncer de pele não melanoma é o mais comum, correspondendo a cerca de 30% de todos os tumores malignos registrados no país. Para prevenir, o uso do protetor solar e evitar se expor em excesso ao sol. Esse é o câncer de menor mortalidade porém, se não tratado adequadamente, pode deixar mutilações bastante expressivas.

Em homens, o tipo mais comum de câncer fora o de pele é o de próstata, tendo atingido 68 mil pessoas no último ano. A identificação precoce pode ser feita com o cuidado anual de visitar um médico especialista e realizar o exame de toque.

No Cariri, uma das instituições que mais atuam em relação à doença é o Instituto de Apoio a Criança com Câncer (IACC), que há mais de 15 anos atende às necessidades psicossociais de crianças e jovens em tratamento contra o câncer. A casa de apoio fica na Rua Divino Salvador, 222, no centro de Barbalha. Juntamente com a Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Cariri (Famed/UFCA), o Instituto inaugurou recentemente um ambulatório de diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil. O equipamento é o único da rede pública a diagnosticar câncer em crianças e adolescentes.

Fonte Badalo

Nenhum comentário:

Postar um comentário