quinta-feira, 23 de maio de 2019

Alteração no decreto de armas: ‘cidadão comum não poderá comprar fuzil’


Presidente fez alterações nas regras para menores de 18 anos praticarem tiro esportivo, entre outras.

Depois de muitas contestações na Justiça e no Congresso, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), publicou nesta quarta-feira (22) alterações no Decreto de Armas, editado no início deste mês para facilitar o porte de armas no País.

De acordo com o governo, o novo texto inclui “vedação expressa” à concessão de armas de fogo portáteis, como fuzis e carabinas, ao cidadão comum.

Em nota, o Palácio do Planalto afirmou que uma das alterações foram feitas “com o objetivo de sanar erros meramente formais identificados na publicação original, como numeração duplicada de dispositivos, erros de pontuação, entre outros”.

 

as informações são do site Ceará Agora

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário