Caririenses celebram o aniversário da Beata Maria de Araújo


A noite desta quinta-feira, 23, foi marcada por celebração do aniversário da Beata Maria de Araújo. No largo do Rosário, em Juazeiro do Norte, devotos, estudiosos e a população local participaram do evento, que contou com músicas, grupos de tradição, bolo, café, chá, reza e exposições de imagens sacras do Padre Cícero, da Beata e de Nossa Senhora das Dores, em estilo Barroco.Num aniversário com ares de renovação, o público compareceu para celebrar a mulher que está no centro da história do Milagre da Hóstia. Conta a história que a hóstia dada à beata pelo Padre Cícero se transformou em sangue por diversas vezes. A história repercutiu e, quando a Igreja Católica tomou conhecimento, repreendeu e tentou classificar o milagre como uma mentira, mas nunca conseguiu desconstruir o mistério em torno do fato.

Em 2018, um seminário sobre a beata foi realizado em Juazeiro do Norte, com a participação de pesquisadores de vários locais. A professora doutora da Universidade Regional do Cariri (URCA), Claudia Rejane, destacou o caráter construtivo que esses momentos proporcionam, tanto de forma histórica e cultural quanto no caráter acadêmico.

Mesmo depois da morte da Beata Maria de Araújo, ainda ficaram muitas pontas soltas em sua história. Para a professora, é importante que a história seja preservada e tornada nítida, “é muito importante sabermos onde estão os restos mortais da Beata”, destaca Claudia Rejane, referindo-se ao desaparecimento do corpo de Maria de Araújo após ter sido sepultada.

Fonte Badalo

Comentários