Concurso da Prefeitura de Juazeiro gera tumulto e candidatos pedem cancelamento


O atraso na abertura dos portões em um dos locais de prova do concurso público da Prefeitura de Juazeiro do Norte gerou tumulto entre os candidatos que fariam exame na manhã deste domingo (26). A aplicação do certame no campus Pimenta da Universidade Regional do Cariri (Urca), no Crato, onde cerca de duas mil pessoas fariam o concurso, estava programada para ter início às 8h, mas atrasou por volta de uma hora. Após a entrada, alguns candidatos gritaram pedindo o cancelamento do concurso e também deixaram o local sem fazer a prova.

Alguns candidatos também relatam que os fiscais abandonaram as salas após a confusão. O Ministério Público do Ceará (MPCE) informou que houve dificuldades na logística de distribuição das provas. À frente do processo seletivo, o Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), da Universidade Federal do Ceará (UFC), afirmou que uma equipe técnica foi enviada para averiguar a situação e que deve se pronunciar somente após o parecer.

Mais de mil candidatos compareceram na Delegacia Regional do Crato para prestar queixa contra a organização do concurso. De acordo com a Prefeitura de Juazeiro, o concurso é o maior do interior do Ceará em número de inscritos. Cerca de 37 mil candidatos foram cadastrados para o primeiro dia de seleção, divididos em dois turnos. Segundo a Secretaria de Administração (Sead), 17.857 pessoas deveriam participar da prova. 

via Ceará Agora

Comentários