Você sabe onde surgiu o dia dos namorados?


Por Lícia Maia

O dia 12 de junho é conhecido como a data dos apaixonados no Brasil. É um momento em que os casais se dedicam a declarações amorosas, jantares românticos e trocas de presentes. Mas você sabe de onde surgiu essa tradição?

Em alguns outros países, o dia dos namorados é comemorado em 14 de fevereiro e se chama dia de São Valentim. Ele era um bispo da Igreja Católica que lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras, acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.

Mesmo com as ordens, Valentim continuou a celebrar casamentos, sendo preso pela desobediência e condenado à morte. Na reclusão, apaixonou-se pela filha do carcereiro, que era cega. Conta a história que o bisco curou milagrosamente a amada, e antes de morrer deixou uma carta assinada como de “seu namorado” ou “de seu Valentim”. Daí onde vem o costume de enviar cartas para amigos e namorados na data de São Valentim. No tempo de prisão, o clérigo também recebia cartas e flores de jovens que diziam ainda acreditarem no amor.

No Brasil, a data escolhida para a comemoração foi o dia anterior ao de Santo Antônio, conhecido como o “santo casamenteiro”. Santo Antônio também é relacionado às uniões pois destacava a importância do amor em suas pregações religiosas.

Como nem tudo são flores, a data não foi escolhida unicamente em dedicação ao amor. Junho é um mês de baixa nas vendas, com isso o publicitário João Doria, pai do ex-prefeito de São Paulo, João Doria Jr., inspirado no Dia das Mães, criou a campanha “Não é só com beijos que se prova o amor!”.

Um dos slogans do primeiro Dia dos Namorados brasileiro era “Não se esqueçam: amor com amor se paga”. A propaganda foi julgada a melhor do ano pela Associação Paulista de Propaganda à época, e fez a data pegar.

Resinificado ou não, apesar do intuito das vendas em sua instituição, a data continua sendo vista e comemorada de várias maneiras no país, e muitas delas não envolvem presentes materiais. Muitos optam pela singeleza de uma declaração de amor, e guardam o dia 12 como uma eterna renovação de seus votos ao companheiro(a).

Fonte Badalo

Comentários