Luto no Jornalismo – Infarto fulminante mata jornalista Paulo Henrique Amorim, aos 77 anos


O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu na madrugada desta quarta-feira (10) aos 77 anos. Segundo o portal R7, Amorim morreu em casa, no Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto fulminante.

Em junho, após 13 anos no comando do programa “Domingo Espetacular, ele tinha sido afastado pela direção da Record por tempo indefinido — Amorim não foi demitido, o contrato acabaria em 2021.

Segundo a coluna de Daniel Castro no site Notícias da TV, nos últimos meses, boatos de que Amorim seria demitido por ser um crítico ferrenho do governo Bolsonaro tornaram-se fortes. Ainda de acordo com o site, já em 2014 o afastamento do jornalista teria sido considerado por causa de suas posições políticas de esquerda, expostas em seu blog “Conversa Afiada“.

Mais recentemente, Amorim fez uma postagem criticando o ministro da justiça, Sergio Moro. Tal posicionamento é contrário ao do proprietário da emissora, Edir Macedo, que apoia tanto Moro como o presidente Jair Bolsonaro.

via Flavio Pinto News

Comentários