Dois tremores são registrados no Oceano Atlântico próximo à costa do Ceará


Dois tremores foram registrados no Oceano Atlântico no sábado (10) perto da costa cearense. O primeiro, com magnitude de 4.1, à 0h04 e o segundo, de 5.1, à 1h41. O registro foi feito pelo Laboratório Sismológico (LabSis), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Os dois eventos se assemelham a um único tremor anterior que foi registrado no último dia (4), que teve magnitude maior, com 5.8 de magnitude.
O primeiro evento da madrugada não aparecerá nas listas internacionais de registros de fenômenos naturais USGS (EUA) e EMSC (Europa), que só divulgam tremores de magnitude acima de 4.5, de acordo com a UFRN.

O evento principal, de magnitude 5.1, teve o epicentro localizado aproximadamente a 1.205 km a nor-nordeste de Acaraú; a 1.259 km a norte de Fortaleza; a 1.122 km a noroeste dos arquipelados do São Pedro e São Paulo; a 1.360 km a nor-noroeste de Fernando de Noronha (PE); a 1.375 km a nor-nordeste de São Luís (MA) e a 1.490 km a nor-noroeste de Natal (RN).

Sem risco de tsunami, diz sismólogoDe acordo com o sismólogo da UFRN, Eduardo Santos, não se trata de tremores atípicos, portanto, não apresentam risco de tsunami ou algum outro fenômeno natural. Ele reforça, ainda, que o tremor ocorre, pois as placas tectônicas deslizam em movimento horizontal, uma em relação a outra. 

O sismólogo afirma ainda que, para a geração de tsunamis, é necessário um movimento de “sub ducção, onde uma placa mergulha sob a outra”, em sentido vertical.             

       (Diário do Nordeste)

Comentários