Conjuntivite Alérgica: cerca de um quinto da população mundial pode passar ou ter passado por ela


A conjuntivite alérgica é uma inflamação do olho que surge quando se está exposto a uma substância alergênica, como pólen, poeira ou pêlos de animais, por exemplo, causando sintomas como vermelhidão, coceira, inchaço e produção excessiva de lágrimas.

Os sintomas mais comuns da conjuntivite alérgica incluem a coceira e dor nos olhos, aumento da secreção dos olhos/lacrimejar constante, sensação de areia nos olhos, hipersensibilidade à luz, vermelhidão dos olhos.

Estes sintomas são semelhantes a qualquer outra conjuntivite, sendo que a única forma de saber que estão sendo causados por uma alergia é avaliar se surgem após estar em contato com uma substância específica, ou fazendo um teste de alergias.

Segundo o dr. João Filho, médico do Centro de Excelência da Visão (Cevisa), 20% da população mundial é alérgica e dentro dessa população, parte significativa manifesta o seu quadro alérgico através da conjuntivite alérgica.

“Essa reação desencadeia um mecanismo de agressão que faz mal ao próprio organismo causando uma hipersensibilidade.”Para saber se o paciente tem ou não conjuntivite alérgica, é importante que ele vá ao médico oftalmologista realizar o teste e receber o diagnóstico, há outros tipos de conjuntivite além dela, como a bacteriana e a viral, que possuem tratamentos e medicações diferentes, o que torna a consulta médica ainda mais importante.Com informações da assessoria Commonike

via News Cariri

Comentários