Papa fica preso em elevador e é resgatado por bombeiros


FOTO: Reprodução-AFP. O papa Francisco ficou preso em um elevador do Vaticano, neste domingo (1º) e precisou ser resgatado pelos bombeiros. Ele revelou o incidente aos fiéis para justificar que se atrasou para a tradicional oração dominical do Angelus. “Tenho que pedir desculpas por chegar tarde. Fiquei preso em um elevador durante 25 minutos por um corte de energia, mas depois os bombeiros chegaram”, disse o sorridente pontífice de 82 anos.

“Um aplauso ao serviço dos bombeiros”, pediu, no que foi imediatamente atendido pela multidão.
Francisco chegou sete minutos atrasado, o que provocou inquietações nas emissoras de TV italianas que exibem o Angelus ao vivo. Os canais informaram que era um incidente quase inédito
Papa pede ‘vontade política’No discurso aos fiéis, o papa Francisco pediu a governos que mostrem “vontade política” para adotar medidas drásticas para lidar com as mudanças climáticas. Ainda segundo ele, é o momento de se abandonar a dependência de combustíveis fósseis.

O pontífice fez o apelo no início de uma série de semanas de orações dos cristãos para aumentar a atenção política à questão da corrupção e à exploração dos recursos naturais. Ele também pediu que as pessoas reflitam sobre decisões diárias “prejudiciais” sobre consumo e atitudes “autocentradas”.

Francisco afirmou que, no Encontro sobre Ação Climática da Organização das Nações Unidas realizado neste mês, os governos “terão a responsabilidade de mostrar vontade política para adotar medidas drásticas” a fim de alcançar o mais rápido possível emissão zero líquida de gases estufa e de limitar o avanço médio da temperatura global, em linha com o fechado no Acordo de Paris sobre o clima.                    (Agência Brasil)

Comentários