Rota turística do Cariri será apresentada no exterior a partir de 2020


A Rota Cariri deverá ser lançada no fim de novembro. O projeto para impulsionar o fluxo de turistas na região já deverá começar a ser divulgado no início do próximo ano na França e Holanda, segundo o secretário de Turismo do Ceará, Arialdo Pinho.

A expectativa é que a ação, aliada a novos voos que devem ser atraídos pela Aena (nova administradora do Aeroporto de Juazeiro do Norte), aumente em cerca de 20% a ocupação hoteleira na região, estima o secretário de Turismo e Romaria do Município, Júnior Feitosa.

“Uma das nossas preocupações é exatamente a ocupação hoteleira. No momento em que a gente fala que quer gerar mais emprego e renda para movimentar a economia, uma das formas é pelo calendário de eventos, que depende de uma rede hoteleira forte.

Uma coisa puxa a outra. A nossa média de ocupação está beirando os 40%, têm períodos que estamos em 100%, mas em outros a taxa cai, principalmente entre os meses de fevereiro e junho”, aponta.
Na próxima semana, os últimos detalhes da rota serão definidos pelo governo.

“Nós vamos fazer uma visita na quinta e sexta na outra semana com a Secretaria de Cultura e o Sebrae para finalizar”, aponta Arialdo Pinho. O objetivo da visita é verificar a estrutura dos pontos turísticos escolhidos e avaliar cada um deles. Segundo o secretário, a ideia é abranger também pontos de interesse da área de Missão Velha até Santana do Cariri, onde há o Museu de Paleontologia.

Impacto econômico A rede hoteleira, segundo Feitosa, é o canal de entrada que mais impacta setores que incluem o comércio, guias, receptivos, bares e restaurantes. “Esse é um momento ímpar, o Cariri já espera ansiosamente por todo potencial que essa região tem, no berço da cultura. Temos a Chapada do Araripe, que é riquíssima, com fonte de água mineral. Temos o Geopark, o único do Brasil e já fomos os únicos da América do Sul”.

Para o secretário, a concessão do aeroporto pelos próximos 30 anos à Aena Desarrollo será peça-chave para alavancar o Cariri como destino para o turismo nacional e internacional a partir de novas ofertas de voo.

“O aeroporto vai ser fundamental principalmente porque um dos modais (de transporte) que mais dá acesso é o aéreo. Com esse investimento para melhorar o terminal e também aumentando a quantidade de voos, vai fortalecer ainda mais a entrada de novos turistas na região”, afirma.

Divulgação
Conforme Júnior Feitosa, que também preside o Conselho de Desenvolvimento de Turismo da região do Cariri, a ambição é alcançar o turismo internacional – a região já recebe atualmente visitantes até da Ásia, segundo o secretário. Ele pondera, entretanto, ser preciso fortalecer a imagem do Cariri no País.
“Para que a gente possa fazer o dever de casa, a gente primeiro trabalha para que o público interno conheça os nossos potenciais e o que temos de melhor, já aprimorando as nossas demandas aqui”, pontua o secretário.
Para receber os turistas estrangeiros, segundo Feitosa, o setor de hotelaria, bares e restaurantes hoje conta com profissionais que estão sendo qualificados em inglês e espanhol.

Mas, isso é pouco, para ele, diante de toda a demanda que existe na região. “É um momento oportuno em que o trade vem se posicionando, reunindo, fortalecendo e qualificando”, acrescenta Júnior.
(Diário do Nordeste)

Comentários