Cearense é assassinado a tiros no Rio de Janeiro ao voltar do trabalho


Um cearense morreu após sofrer disparos de arma de fogo na manhã deste sábado, 9, na comunidade Barreira do Vasco, em São Cristóvão, no Rio de Janeiro. Francisco Laércio de Lima, de 26 anos, chegava do trabalho por volta das 7 horas quando foi surpreendido pelos disparos.

Conforme testemunhas, os tiros partiram de um policial militar da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da região. As informações são do O Globo.
Entre os disparos, pelo menos um teria atingido a vítima na cabeça, que voltava para casa com um copo de café na mão. Segundo testemunhas, no momento do crime, não estava acontecendo operação policial no local.

Laércio, natural de Ipaporanga, município do Sertão de Crateús, a 363 quilômetros de Fortaleza, era gerente do bar Tico Mia, na Lapa. Segundo informações do O Globo, todos os dias, ele costumava voltar para casa de táxi, à exceção deste sábado, em que decidiu ir de ônibus.

A vítima desembarcou próximo à rua Santo Antônio, um dos acessos à comunidade, e seguiu na direção de casa com um copo de café e uma sacola nas mãos quando foi atingido pelos disparos.

via Gazeta Cariri

Comentários