Morre aos 16 anos jovem cearense com síndrome grave que realizou sonho de lançar primeiro livro


Pedro Guilherme no dia do lançamento do livro em Fortaleza,
em julho de 2018. FOTO: Reginaldo MarinhoO jovem escritor cearense Pedro Guilherme, de 16 anos, morreu no fim da noite desta sexta-feira (8), em um hospital de Fortaleza. Diagnosticado com uma síndrome grave no intestino, ele lutava contra um quadro de desnutrição grave e estava internado desde quarta-feira (6).

O adolescente faleceu no Hospital Luís França, vítima de complicações decorrentes da doença. De acordo com a mãe de Pedro, Karla Lima, o filho possuía uma malformação congênita e, desde a infância, sentia muitas dores abdominais e passava por constantes internações.

A síndrome só foi descoberta em 2009, quando o menino chegou a perder parte do intestino.
Autodidata e amante da literatura, Pedro realizou o sonho de lançar o primeiro livro, “Contos da Minha Nuvem”, em 2018. “Ele tinha dois projetos escritos e muitos, infelizmente, deixou inacabados.

O mais recente era de ficção fantástica, mas ainda não sei se vou publicar”, disse, emocionada, a mãe do adolescente.
A editora Luciana Cunha, que ajudou Pedro Guilherme a publicar a obra, lamentou a morte do garoto em publicação nas redes sociais.

“Olho, nesse momento em que escrevo, para a capa linda do seu livro, que o Rodrigo Santana CB desenhou, mas que foi toda idealizada pelo Pedro, e vejo o Pedro, seu talento, sua sensibilidade, sua alma linda. Ele se foi, mas estará pra sempre em meu coração e minhas lembranças”, escreveu.

O velório acontece em uma funerária no Bairro Parangaba, onde será realizada missa de corpo presente às 11h. O sepultamento do corpo ocorrerá no Cemitério Parque da Paz, às 16h.

Vaquinha para publicar contos
O livro “Contos da Minha Nuvem” foi lançado em julho de 2018 com a ajuda de Luciana, dona de uma editora em Petrópolis, no Rio de Janeiro.

Comovida com a história de Pedro, ela doou a parte da editoração, revisão e diagramação da obra, que foi escrita por ele em apenas três meses. A publicação reúne 10 contos, que falam sobre vivências do adolescente e até sobre a morte.

Para imprimir os exemplares, Luciana criou uma campanha na internet e juntou, em menos de um mês, R$ 10.665,00. A obra foi lançada com noite de autógrafos em Fortaleza após um longo período de internação do adolescente, que chegou a pesar apenas 25kg.

“Fiquei muito feliz e chorei de alegria quando soube que ia conseguir publicar meu primeiro livro. Para mim é uma oportunidade”, disse Pedro na época.                

     (G1 CE)

Comentários