Enfermeiro e estudante de medicina são presos por realizar consultas médicas ilegais no Ceará


Um enfermeiro e um estudante de medicina foram presos por realizar consultas médicas ilegais no Ceará. Segundo a Polícia Civil, o enfermeiro foi preso na cidade de Paraipaba e o estudante, em Sobral. As prisões ocorreram na manhã desta sexta-feira (10). 

A operação segue em andamento e cumpre mandados de prisão, busca e apreensão contra falsos médicos que trabalham em unidades hospitalares da Região do Maciço do Baturité, no interior do Ceará. 

A operação denominada “Filhos de Hipócrates” cumpre os mandados nos municípios de Alto Santo, Fortaleza, Paraipaba e Tabuleiro do Norte. Ao todo, 20 policiais civis participam dos trabalhos investigativos.     

      (G1 CE)

Comentários