Harry e Meghan só viverão nos EUA quando Trump deixar presidência


SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O desejo de Harry, 35, e Meghan Markle, 38, após deixarem a realeza britânica, é morar nos Estados Unidos, especificamente em Los Angeles. No entanto, eles não querem passar muito tempo em solo americano enquanto Donald Trump for presidente.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, a longo prazo, o casal deve tornar o Canadá a segunda casa deles. Fontes próximas da duquesa afirmam que ela só não fará essa mudança agora por causa do presidente em exercício.

Em 2016, ano das eleições americanas, a atriz chamou Trump de misógino e disse que votaria em Hillary Clinton. Ela ainda ameaçou se mudar para o Canadá caso ele vencesse as eleições.

Harry e Meghan surpreenderam a rainha Elizabeth 2ª quando anunciaram, na quarta-feira (8), que querem viver uma vida mais independente e pagar as próprias contas. O passado de Markle como atriz na série de televisão americana “Suits” imediatamente provocou a especulação de que ela poderia voltar a atuar.

Especialistas em relações públicas preveem que o príncipe Harry e Markle poderiam se tornar o casal de celebridades com o maior salário do mundo, chegando a faturar juntos cerca de US$ 1 bilhão em uma década, o correspondente a mais de R$ 4.073 bilhões.

O dinheiro viria de parcerias comerciais e aparições em eventos. Para Ronn, consultor da 5W Public Relations, empresa de relações públicas em Nova York, “o poder aquisitivo deles -individualmente e em casal- é ilimitado em todos os aspectos. Até agora, o status real de Harry o impedia de ganhar dinheiro com sua celebridade”.

Fonte Notícias ao Minuto

Comentários