Número de grávidas com HIV aumenta quase 40% em dez anos


O número de grávidas com HIV no Brasil vem crescendo desde 2008, de acordo com os últimos dados do Boletim Epidemiológico de HIV/Aids divulgados pelo Ministério da Saúde. Em 2008, foram registradas 6,7 mil gestantes com HIV, o que representava pouco mais de 2 casos para cada mil nascidos vivos.

Em 2018, esse número passou para 8,6 mil, o equivalente a quase 3 casos a cada mil pessoas.Enquanto o número de casos notificados de aids, que é a síndrome causada por este vírus, cai entre a população em geral, desde 2014, em todo o Brasil, o número de gestantes com HIV aumentou quase 37% nos últimos dez anos.

Como medida preventiva, hoje, em todo o país, todas as mulheres grávidas atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) devem, obrigatoriamente, fazer o teste de HIV. Os casos positivos devem ser notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).Os dados do Ministério da Saúde mostram que há ainda grupos mais vulneráveis que outros à síndrome.

Em 2018, cerca de 56% dos casos de aids foram registrados entre pessoas negras e, cerca de 60%, entre aqueles com até o ensino médio completo.

via Ceará Agora

Comentários