Carta de solicitação para candidatura da Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade é apresentada no Iphan


FOTO: Gazeta do Cariri. Por Redação Gazeta do Cariri. Técnicos do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan, deverão estar no Cariri de 17 e 20 de março, para realizar visita à área da Chapada do Araripe.

A proposta foi apresentada pelo Reitor da URCA, Francisco do Ó de Lima Júnior, e o Secretário de Cultura do Estado, Fabiano Piúba, durante reunião realizada na manhã desta quarta-feira, dia 5, junto ao órgão, em Brasília. Na ocasião, o Reitor e o Secretário entregaram a Carta de Solicitação para integrar a lista da candidatura da Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade. 

Uma comissão técnica de pesquisadores, integrantes de entidades e da URCA, estão realizando os levantamentos necessários para que seja construído um documento para dar base ao processo de reconhecimento. 

O Reitor e o Secretário estiveram com o Presidente do Iphan, Robson Almeida, além de Marcelo Brito, Diretor do DECOP Iphan. A reunião contou ainda com o Representante Regional da Federação do Comércio (Fecomércio – Ceará), Rodrigo Leite. 

O Reitor Lima Júnior destacou nesse primeiro momento a receptividade da solicitação para a candidatura da Chapada do Araripe, além de terem sido traçadas estratégicas de construção do documento, como primeiro passo para a candidatura. “Foi, na verdade, um encontro produtivo, em que saímos animados quanto a esses primeiros encaminhamentos”, afirma o Reitor. 

O ofício de solicitação irá integrar a lista de candidatura brasileira. Com isso, o reconhecimento da Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade segue um dos importantes trâmites para a continuidade dos procedimentos, na elaboração do documento final, um dossiê que irá abordar os diversos aspectos e riquezas da área. 

Técnicos de diversas instituições, incluindo a URCA, através do Geopark Araripe e da Pró-Reitoria de Extensão, Fundação Casa Grande, Universidade de Coimbra, estão voltados nesse momento para a realização dos estudos e encaminhamentos que possibilitarão esse reconhecimento. Para a candidatura será necessário construir um dossiê para apresentar a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

via Gazeta Cariri

Comentários