Ceará notifica dois novos casos suspeitos de coronavírus nesta quarta-feira (26); um já foi descartado


Secretária da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel, o secretário estadual, Dr. Cabeto, e a assessora técnica da Sesa, Magda Almeida. FOTO: Thatiany NascimentoA Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) informou que o Ceará notificou, nesta quarta-feira (26), dois casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19). Um deles já foi descartado. O outro aguarda resultado de exame laboratorial, que deve sair ainda hoje. 

O secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, reforçou que, como os casos se espalharam para países da Europa, é “natural que tenha aumento de casos suspeitos”. 

O caso examinado e já descartado é de um profissional de saúde de 29 anos. Foi identificado que ele estava com parainfluenza. O que segue em investigação é de um médico de 35 anos, que esteve no Hospital São José e já está em casa. Ele apresentava sintomas de gripe, como dor de garganta, coriza e tosse. Ambos são de Fortaleza, estiveram na Itália e chegaram no último dia 20. Caso haja um resultado positivo para coronavírus e o paciente não tenha sinais de gravidade, o secretário explicou que ele deve ficar em isolamento domiciliar por 14 dias. 

“É importante lembrar que temos uma rede preparada. Estamos hoje à noite nos reunindo com os hospitais privados para que a gente estabeleça a rotina. E temos como referência para encaminhamentos no Interior os hospitais regionais”, destacou o secretário. Dr. Cabeto ainda afirmou que “todos os hospitais estão orientados para terem setores de isolamento, com até dois leitos”.

“Não devemos entrar em pânico com o aumento das notificações. Vai acontecer. (…) O Estado está plenamente preparado para prestar atendimento, inclusive nos casos mais graves”, destacou o gestor.

Cabeto ainda frisou que a taxa de mortalidade do coronavírus é baixa. Ele orientou ainda que, caso um viajante chegue da Itália ou de outros países com transmissão do vírus, mas não apresente qualquer sintoma gripal (como tosse, coriza e febre), não é necessário procurar uma unidade de saúde. 

CASOS SUSPEITOS NO CEARÁ 
Com as duas notificações desta quarta-feira, o Ceará registrou, desde o início da circulação do novo coronavírus, três casos suspeitos da doença. Em 29 de janeiro, um jovem foi internado em Sobral, na Região Norte, para investigação. A suspeita foi descartada pelo Ministério da Saúde no dia 3 de fevereiro. 

TIRA-DÚVIDAS 
Dois telefones foram disponibilizados pela Sesa para que profissionais de saúde possam tirar dúvidas sobre o coronavírus: (85) 3101 4860 e (85) 98724 0455. E, conforme o secretário da saúde, deve ser criado um tira-dúvidas, também por telefone, para a população. 

HOSPITAIS DE REFERÊNCIA 
No Ceará, são hospitais referência para pacientes graves: Hospital São José de Doenças Infecciosas – Fortaleza Hospital Regional Norte – Sobral Hospital Regional do Sertão Central – Quixeramobim Hospital Regional do Cariri – Juazeiro do Norte 

CORONAVÍRUS NO BRASIL 
O alerta para a presença do coronavírus no Brasil aumentou após a confirmação do primeiro caso, em São Paulo, em um idoso recém-chegado da Itália. 

O homem de 61 anos, morador da cidade de São Paulo, esteve na região da Lombardia, no norte da Itália, entre os dias 9 e 21 de fevereiro. Ao retornar da viagem, na última sexta-feira (21), o paciente apresentou os sinais e sintomas compatíveis com a doença (febre, tosse seca, dor de garganta e coriza).                               (Diário do Nordeste)

Postar um comentário

0 Comentários