Centros de Odontologia priorizam atendimentos de urgência e emergência


Os Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) estão funcionando em regime diferenciado, com atendimento voltado a urgências e emergências nas unidades localizadas em Fortaleza e no interior do Estado. Os agendamentos estão suspensos por tempo indeterminado.

“As mudanças atendem às diretrizes da portaria 2020/295, publicada no Diário Oficial do Estado, e tem como objetivo reforçar o enfrentamento ao coronavírus”, explica Paola Calvasina, orientadora da Célula de Saúde Bucal da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

Além do CEOs, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) nos bairros Canindezinho, José Walter e Praia do Futuro, em Fortaleza, também irão atender casos de urgência e emergência.

Direcionamento dos atendimentos

Durante este período a população deverá buscar as unidades de atendimento nas seguintes situações:

– Sangramento abundante na boca que não cessa;
– Inchaço doloroso dentro ou ao redor da boca;
– Dor de dente muito forte que não para e que impede a pessoa de realizar suas atividades diárias;
– Retirada dos pontos após cirurgias odontológicas e extrações de dente (apenas nos CEOs e postos de saúde);
– Dor no osso de baixo (mandíbula) e no osso de cima da boca (maxilar);
– Luxação mandibular (travamento da boca na posição aberta);
– Existência de pus, dor e inchaço na gengiva ou no rosto;
– Dentes quebrados ou que foram deslocados após acidentes ou pancadas na boca;
– Pequenos cortes na boca que causem sangramento;
– Queda do dente protético (coroa provisória) na parte da frente;
– Ajuste de prótese para pessoas recebendo radiação ou tratamento de câncer (apenas nos CEOs)Em caso de caroços ou feridas na boca que não saram após mais de quinze dias, a recomendação é procurar uma unidade de saúde ou um dos 22 CEOs regionais, que estão de sobreaviso para a realização de biópsias em caráter de urgência.

via Ceará Agora

Comentários