Prefeitura de Fortaleza estuda disponibilizar merenda escolar a alunos durante suspensão de aulas


Foto: Bruno Gomes. Em meio as dicussões sobre como conter o avanço do coronavírus no Estado, a Prefeitura de Fortaleza estuda formas de continuar fornecendo a merenda escolar para estudantes da rede pública municipal que correm risco de desnutrição. Até a próxima sexta-feira (20), um plano deve ser anunciado.

Nesta segunda-feira (16), a Prefeitura de Fortaleza suspendeu as aulas da rede municipal a partir da próxima quarta-feira (18) até 31 de março. O prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), também paralisou as aulas e informou que os alunos cujos pais considerarem que correm risco de desnutrição por não terem acesso à merenda escolar serão recebidos nas escolas, das 11h ‪às 14h‬, com direito a alimentação.
Além de estudar a melhor forma para conceder a alimentação aos estudantes com risco de desnutrição, o prefeito Roberto Cláudio também suspendeu férias de todos os servidores da Saúde; determinou ponto facultativo na sexta-feira (20) para servidores, exceto Secretaria Municipal de Saúde, Segurança e Defesa Civil; home office para servidores com mais de 60 anos, entre outros.
Governo

Ainda nesta segunda, o Governo do Estado decretou estado de emergência, após nove casos de coronvírus serem confirmados no Ceará. Aulas em escolas estaduais e univserdidades públicas serão suspensas por 15 dias a partir da próxima quinta-feira (19).
O governador Camilo também suspendeu visitas em unidades prisionais, férias dos servidores da Saúde, obrigatoriedade de higienização de, pelo menos uma vez ao dia, do transporte público; suspensão de eventos públicos; e emitiu oficio para a Agência Nacional de Aviação Civil para suspender voos internacionais para o Ceará.
Fonte Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários