Seinfra discute concessão do sistema metroviário; Metrô do Cariri está incluso


Por Redação Gazeta do Cariri

A Secretaria da Infraestrutura do Ceará se reuniu nesta semana, durante dois dias, com técnicos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para discutir uma futura concessão do sistema metroviário do estado. Composto por quatro linhas metropolitanas e duas no interior, dentre eles a do VLT da região caririense, também chamado de Metrô do Cariri. O sistema conta hoje com 81,9 quilômetros em operação. 

Junto com representantes da Seinfra, Seplag e Sedet, os técnicos do banco estão desenvolvendo um estudo para viabilizar o projeto e, assim, poder lançá-lo ao mercado. A ideia é que todo o sistema, ou parte dele, passe por um processo de concessão ou parceria público-privada (PPP).

Media
O secretário da Infraestrutura, Lucio Gomes, participou dos encontros e apresentou as projeções do sistema, em dois cenários, um para 2022 e outro para 2042, numa perspectiva de concessão. “Nós, a Seinfra e o Metrofor, que opera as linhas no estado, consideramos os principais investimentos esperados dessa possível concessão. Isso incluiria, desde a modernização de linhas, até implantação de mais trechos em Fortaleza”, disse Lucio Gomes. 

Na Região Metropolitana, a estimativa é que entrem no pacote o VLT Parangaba-Mucuripe e as Linhas Sul, Oeste e Leste, que está em construção. No interior, também podem fazer parte da concessão as Linhas Norte e Sul do VLT de Sobral e o VLT do Cariri.

via Gazeta Cariri

Comentários