Semace multa oito veículos por emitir fumaça negra além do permitido


Técnicos da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) multaram oito proprietários de veículos movidos a óleo diesel, que emitiam fumaça negra acima dos limites aceitos na lei.

Os flagrantes foram feitos durante uma blitz realizada na avenida Osório de Paiva, um dos mais importantes corredores de tráfego de ônibus e caminhões de Fortaleza.Um dos veículos apresentou índice de fumaça negra entre 60% e 79%. Neste caso, a multa é de R$ 3.924,00.

Outros sete veículos estavam com emissão entre 40% e 59%, o que corresponde à multa de R$ 1.962,00. Na fiscalização, 86 carros foram parados para averiguação, numa ação que teve o apoio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania de Fortaleza (AMC).A blitz foi realizada na última quinta-feira (12).

A próxima será em um corredor de tráfego intenso de uma das cidades de maior porte do interior. O município e a data não foram informados.MultaA multa para quem emite fumaça negra com índice acima de 80% é de R$ 7.848,00.

O valor é mais que o dobro da punição aplicada ao motorista que dirige alcoolizado e pode chegar à metade do valor do veículo. A multa pode ser reduzida à metade, se o motorista reapresentar à Semace o veículo com a emissão de fumaça dentro do limite, no prazo de 15 dias.

“A Semace não quer multar, mas exige que os veículos estejam com o motor regulado”, afirmou o gerente de Análise e Monitoramento da Semace, Gustavo Gurgel. A regulagem deve ser feita periodicamente, conforme estabelece o manual de cada veículo. “A atmosfera é de todos nós, por isso todos temos que zelar pelo ar puro”, completou o gerente.

Como é feito o exameO índice de fumaça negra é apontado por meio da observação visual do negrume emitido pelo escapamento. O fiscal pede que o motorista acelere o motor e compara a cor da fumaça à escala de cores de uma cartela padrão.

A observação é realizada três vezes, para que não haja dúvida quanto ao índice de emissão. O índice é aceitável até 39% de negrume. A partir daí, a infração pode ser enquadrada em três níveis de gravidade: de 40% a 59%, de 60% a 79% e acima de 80%.     (*)com informação do Governo do Estado do Ceará

via Ceará Agora

Comentários