Funcionários do Balneário do Caldas e Hotel das Fontes denunciam demissão coletiva


Na manhã desta quarta-feira (8), os funcionários do Balneário Caldas e Hotel das Fontes, em Barbalha, foram surpreendidos com a notícia de demissão coletiva de todos na empresa. Em live via facebook, o vereador municipal Vevé Siqueira (PT) esteve junto aos trabalhadores, que se mostraram descontentes com a forma com que a notícia foi dada. A empresa é um sociedade de economia mista, tendo sua maioria comandada pela Prefeitura Municipal. 

Segundo o vereador, o Balneário conta com aproximadamente 40 funcionários. Alguns chegam a 30 anos de serviço na empresa. 

“[Estamos] revoltados com a atitude da prefeitura”, diz um dos funcionários, que tem 12 anos de trabalho na empresa, afirmando que nem o gerente do Balneário ou do Hotel se fizeram presentes para comunicar as demissões, tendo sido dada a notícia apenas por meio de um advogado. “O prefeito nem sequer veio dar uma alternativa para a gente”, afirma. “Tem funcionários aqui com três anos que não recebem férias, eu tenho dois anos sem férias”, diz o homem. Segundo Vevé, também não foram pagos os salários do mês de março. 

O vídeo feito ao vivo mostra que um dos funcionários demitidos está impossibilitado de trabalhar, com moletas e laudo médico. 

Outra reclamação dos trabalhadores é a falta do repasse da taxa de serviço, equivalente a 10% deixada pelos clientes. O funcionário afirma que todas as administrações anteriores haviam pago a taxa aos trabalhadores da empresa. 

Ainda na live, o Vereador Vevé Siqueira solicita que “o prefeito busque junto com sua assessoria jurídica e de finanças uma maneira que evite que esses pais e mães de família sejam demitidos”, disse, completando “aqui é um patrimônio do povo da Barbalha, e não é justo que essas pessoas que deixaram aqui seu suor sejam demitidos dessa forma”. 

Vevé afirmou, em entrevista ao Jornal Progresso, que irá procurar vias legais para garantir os direitos dos funcionários demitidos. 

A redação tentou contato com o Prefeito de Barbalha, Argemiro Sampaio (PSDB), via telefônica, mas sem sucesso, aguardando retorno de sua assessoria.

FOTO: Google Maps
(Fonte: Site Badalo)

Comentários