Em encontro com “brigada paraquedista”, Bolsonaro reza e faz flexão


O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), recebeu na tarde deste domingo (17/05), no Palácio do Alvorada, um grupo que se vestia com roupas supostamente pertencentes à “Brigada Paraquedista do Exército”. No encontro, Bolsonaro fez flexão e rezou com os apoiadores que se recusaram a informar se eram, realmente, membros das forças armadas.

O Palácio do Planalto foi procurado para esclarecer se os apoiadores eram ou não membros do Exército, mas não se manifestou até a última edição desta reportagem. O espaço continua aberto.

“Reconhecemos que somos um povo abençoado e temos um presidente escolhido por ti, um presidente abençoado. Proteja ele, sua família, e todos que tenham seu sangue”, disseram os apoiadores. Após a oração, entoaram juntos: “Bolsonaro somos nós”. E fizeram flexão (foto em destaque).

Mais cedo, Bolsonaro deixou o Alvorada e foi ao Palácio do Planalto participar da manifestação favorável ao governo federal. Acompanhado de ministros e de dois filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos), o presidente desceu a rampa do Planalto e cumprimentou apoiadores que o aguardavam no local.

O protesto gerou aglomeração e alguns manifestantes estavam sem máscaras. Seu filho mais velho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), não foi ao encontro. No sábado (16/05), seu suplente, o empresário Paulo Marinho, denunciou uma suposta influência de um delegado da Polícia Federal a favor da campanha de Jair Bolsonaro em 2018.

Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários