Juazeiro do Norte contará com Unidade de Suporte ao Covid-19 e Hospital de Campanha no Ginásio Poliesportivo


A Prefeitura de Juazeiro do Norte, por meio da Secretaria da Saúde, está atuando na ampliação das estruturas de atendimento aos pacientes acometidos com o coronavírus. O prédio da UPA Lagoa Seca já está pronto para a organização de uma Unidade de Suporte ao Covid-19. Serão 30 leitos, dos quais 10 deverão contar com respiradores.

A Unidade será para atendimento exclusivo aos pacientes com suspeita ou confirmados com coronavírus que não necessitem de UTI. O resultado da licitação da empresa que irá administrar o local está previsto para sair na próxima semana.

Em parceria com o Governo do Estado do Ceará, será implantado um Hospital de Campanha no município, que inicialmente seria no Centro Multifuncional do Cariri. O novo local escolhido foi o Ginásio Poliesportivo, devido à proximidade do Hospital Regional do Cariri (HRC), o que possibilitará melhor suporte aos pacientes que precisarem de transferência. O HRC é o local de referência para a forma grave do coronavírus para os 45 municípios da região.

No Hospital de Campanha serão montados, inicialmente, 88 leitos, dos quais 03 para isolamento total. O secretário da Saúde de Juazeiro do Norte, Lucimilton Macêdo, explica que, no momento, estão sendo realizados os procedimentos burocráticos, como processos licitatórios, para que possa ser iniciada a organização desse Hospital.

Em transmissão ao vivo nas redes sociais da Prefeitura, na tarde desta sexta-feira (08), o secretário registrou ainda agradecimento à Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, que disponibilizou um recurso para aquisição de mais respiradores para o município. “Estamos desenvolvendo o projeto para apresentar à Câmara, para poder colocar mais leitos com ventilador e dar maior suporte à população”, afirmou o secretário Lucimilton.

Ainda participou da live, a diretora do Hospital Regional do Cariri, Demostênia Coelho, que destacou o trabalho desenvolvido através do equipamento para a região, além da parceria nas ações com o Município, para conter a doença. Atualmente, segundo ela, 60% dos leitos do hospital estão ocupados. A diretora chamou a atenção da população para os cuidados em relação à prevenção e permanência das pessoas no cumprimento da quarentena.

Foto: REPRODUÇÃO
Fonte: ASCOM

Postar um comentário

0 Comentários