Retomada da economia no Ceará deve ser realizada em etapas e durar 56 dias, diz Élcio Batista


O projeto de retomada da economia cearense deverá durar 56 dias após ser aplicado pelo Governo do Ceará. O detalhamento foi confirmado pelo chefe da Casa Civil do Estado, Élcio Batista, durante transmissão ao vivo promovida pelo grupo Líderes Empresariais do Ceará (Lide Ceará) nesta quinta-feira (14).

Élcio ainda confirmou aos empresários que a retomada deverá seguir os critérios dos especialistas da área da saúde, considerando os dados de contaminação, internações, leitos e óbitos causados pelo novo coronavírus.

Quando os índices apontaram quedas é que o projeto deverá entrar em vigor. Contudo, o projeto de retomada deverá ser validado pelo governador Camilo Santana até a próxima segunda-feira.

Ainda segundo Élcio, a retomada no Ceará terá quatro etapas e seguirá critérios de “risco sanitário” e “aspectos econômicos e sociais” para a escolha das classes empresariais liberadas em cada fase.

“Esse faseamento está todo estruturado em torno das cadeias produtivas aqui do nosso Estado, para que a gente consiga equilibrar a demanda e oferta”, disse Elcio.

Serão 14 dias em cada fase, com um processo de monitoramento pelo Estado para garantir a evolução positiva dos números relacionados ao sistema de saúde.

“Quando a curva cair, será o momento de iniciar a primeira fase da retomada”, disse Batista.

COMO VAI FUNCIONAR A REABERTURA
Fase 1

1º grupo de atividades

14 dias de monitoramento

Fase 2

2º grupo de atividades

14 dias de monitoramento

Fase 3

3º grupo de atividades

14 dias de monitoramento

Fase 4

4º grupo de atividades

14 dias de monitoramento

APLICAÇÃO DE CRITÉRIOS
Riscos sanitários

1ª fase: baixo risco

2ª e 3ª fases: riscos intermediário

4ª fase: alto risco

Aspectos econômicos (impacto para a economia)

1ª fase: alto impacto

2ª e 3ª fases: impacto intermediário

4ª fase: baixo impacto

Foto: Reprodução

Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários