Um milhão de trabalhadores com contratos suspensos ou redução de salário começam a receber auxílio na segunda-feira


O Governo Federal começa a pagar na próxima segunda-feira (4) a um milhão de trabalhadores formais que tiveram contratos de trabalho suspensos ou redução de jornada e salários o benefício emergencial para compensar parte da perda da renda.

Segundo a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, o primeiro lote de pagamentos considera o total de acordos informados com início de vigência da Medida Provisória 936, entre 1º de abril e 4 de abril.

Ao todo, cerca de 4,8 milhões de trabalhadores formais formalizaram a medida. Segundo o governo, o pagamento da complementação será feito de acordo com a ordem de comunicação das empresas das assinaturas de acordos individuais com seus funcionários.

Com base na Medida Provisória (MP) 936/2020, editada pelo governo de Jair Bolsonaro no dia 1 de abril, as empresas podem cortar o salário dos funcionários em 25%, 50% ou 70%, por até três meses ou suspender o contrato por até dois meses, com uma complementação equivalente ao seguro-desemprego a que o trabalhador teria direito.

Fonte: Site Ceará Agora

Comentários