Tutora de cão que matou homem neste domingo (7) em Juazeiro fala sobre o caso


Uma situação um tanto inusitada em relação a um cão chamou a atenção do Cariri neste domingo (7). O animal teria matado o filho de sua tutora, a senhora Maria Sebastiana dos Santos, de 70 anos, após uma reação instintiva deste em tentar defende-la em sua residência, no bairro Pirajá em Juazeiro do Norte. No entanto, a mulher veio a público para explicar o ocorrido, e afirmar que não houve agressão por parte de Raimundo Correia dos Santos, de 52 anos, que veio a óbito. A polícia ainda investiga o caso.

Dona Sebastiana, como é conhecida, concedeu entrevista ao Jornal Progresso nesta segunda-feira (8), e falou que o filho era alcoólatra, e que havia bebido muito na noite anterior, mas que nunca tentou fazer mal a ela. “O que acontece é que ele caiu da cama e o cachorro avançou em cima”, explicou.

Segundo ela, o cachorro já se encontrava estressado e estranhava o homem. A idosa esclarece também que não houve tentativa do filho em abraça-la, e que este nem mesmo chegou perto dela. Segundo informou a perícia no momento da abordagem, constatou-se que o cão havia mordido a vítima na região do rosto e pescoço, e o animal ainda estava um pouco agressivo diante da situação.

A polícia permanece investigando o caso, após registro de um Boletim de Ocorrência (B.O.) feito, relatando um possível ato de agressão. A investigação contempla até mesmo se o cão foi o autor da morte, visto que este não estava com marcas de sangue aparente e segundo Dona Sebastiana, ninguém o deu banho até a hora deste ser recolhido e levado até o Centro de Zoonoses.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Fonte: Site Badalo

Postar um comentário

0 Comentários