Prefeitura paga R$ 1,7 milhão aos proprietários de imóveis do Edifício Andrea por desapropriação


Quase um ano após a tragédia da queda do Edifício Andrea, a Prefeitura de Fortaleza informou nesta sexta-feira (4) que vai pagar R$ 1,78 milhão por desapropriação aos proprietários de imóveis do prédio. 

O montante deve ser dividido entre 13 pessoas. O valor para cada um varia de acordo com a área do apartamento. Segundo a Prefeitura, o valor da desapropriação corresponde ao terreno e já foi creditada no banco. 

O comerciante Paulo Rômulo Bezerra Martins é um dos moradores do ‘Andrea’ que receberá o dinheiro. Paulo conta que o valor esperado por ele é R$ 135 mil, simbólico quando lembra ter perdido casa, móveis, carro e ainda precisar continuar pagamento parcela do financiamento do imóvel que não existe mais.

Vítimas 
O Edifício Andrea, localizado no bairro Dionísio Torres, desabou por volta das 10h30 do dia 15 de outubro de 2019. Nove pessoas morreram e outras sete ficaram feridas. 

Morreram na tragédia Maria das Graças Rodrigues, 53, Eriverton Laurentino Araújo, 44, Vicente de Paula de Menezes, 86, Nayara Pinho Silveira, 31, Antônio Gildásio Holanda, 60, Frederick Santana dos Santos, 30, Izaura Marques Menezes, 81, Maria da Penha Bezerril Cavalcante, 81, e Roseane Marques de Menezes, 56. 

Ao todo eram 13 apartamentos distribuídos em sete andares. No dia do desabamento, o estacionamento do prédio passava por uma reforma nos pilares de sustentação. Três pessoas foram indiciadas pelo desabamento.

FOTO: Gustavo Pellizzon

Fonte: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários