1

Dezembro Laranja: Juazeiro tem atendimentos gratuitos para diagnóstico do câncer de pele


A Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Pele é promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Durante todo o mês de dezembro várias atividades são realizadas com o intuito de prevenção e combate ao câncer de pele.

Neste ano de 2019, aproximadamente quatro mil médicos dermatologistas e voluntários prestarão atendimento em todo o Brasil de forma gratuita para diagnóstico do câncer de pele. As consultas acontecerão em cerca de 130 postos em vários estados do país. Em Juazeiro do Norte, o evento ocorre no próximo sábado (7), das 7h às 12h no Centro de Dermatologia (Postão). 

De acordo com a médica dermatologista Dra Ana Maria Carreño que participa da ação, este será um dia de atendimento gratuito para rastreio e diagnóstico de câncer de pele, para que em seguida seja iniciado o tratamento. 

Vale destacar que o mutirão de consultas acontece desde 1999 e já beneficiou mais de 600 mil pessoas. No ano passado, 26.161 mil foram atendidas, sendo 3.852 casos de câncer de pele identificados, entre carcinoma basocelular (2.765); carcinoma espinocelular (724) e melanoma (363). A previsão para este ano, é de que 30 mil pessoas sejam beneficiadas pela ação. 

Câncer de pele 
O câncer de pele é provocado pelo crescimento anormal das células que compõem a pele. Existem diferentes tipos que podem se manifestar, sendo os mais comuns denominados carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular – chamados de câncer de pele não melanoma – e que apresentam chances de cura se diagnosticados e tratados de forma precoce. O câncer de pele melanoma, apesar de não ser o mais freqüente, é o mais agressivo e potencialmente letal. Sendo diagnosticado no início, a chance de cura é de 90%. 

A doença pode ocorrer em pessoas de todas as faixa etárias e fototipos (cor da pele). Evitar o excesso de exposição solar, o uso de protetor solar de forma rotineira e a ida periódica ao dermatologista são cuidados simples e imprescindíveis na prevenção e diagnóstico precoce deste tipo de câncer. 

Estatísticas 
De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA) 30% de todos os tumores malignos do Brasil correspondem ao câncer de pele. 

Para o biênio 2018/2019 a estimativa de novos casos de câncer de pele não melanoma entre homens é de 85.170 já e 80.410 nas mulheres. Este tipo de câncer é o mais freqüente em homens nas regiões Sul (160,08/100 mil), Sudeste (89,80/100 mil) e Centro-Oeste (69,27/100 mil).  Nas demais regiões, Nordeste (53,75/100 mil) e Norte (23,74/100 mil), encontra-se na segunda posição. Entre as mulheres, é o mais freqüente em todas as regiões do Brasil, com um  risco estimado de 97,46/100 mil na região Sul; 95,16/100 mil na Sudeste; 92,66/100 mil na região Centro-Oeste; 45,59/100 mil na região Nordeste; e 27,71/100 mil na região Norte 

Quanto ao melanoma, sua mortalidade é alta, mas sua incidência é pequena  (2.920 casos novos em homens e 3.340 casos novos em mulheres). É na região Sul que encontram-se as maiores taxas estimadas em homens e mulheres. 

Campanha Dezembro Laranja 
A Sociedade Brasileira de Dermatologia promove desde 2014 o Dezembro Laranja. A ação faz parte da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele, que acontece sempre no  último mês do ano. Durante todo o mês de dezembro são realizadas ações por todo o país. 

Este ano, a campanha aborda os principais sinais do câncer de pele para o diagnóstico e tratamento precoce aumentando as chances de cura na grande maioria dos casos, além de conscientizar a população sobre a prevenção desde os primeiros anos de vida.

(Fonte: Site Badalo)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem