Auxílio emergencial será liberado para 500 mil novos beneficiários


O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou nesta terça-feira (29) que 500 mil pessoas foram aprovadas para receber o auxílio emergencial pago pelo governo para conter o impacto da pandemia do novo coronavírus na economia.

Até o momento, os pagamentos do auxílio já beneficiaram 67,2 milhões, totalizando cerca de R$ 214 bilhões. “Com as novas inclusões, o total de pessoas recebendo ou que já receberam o auxílio emergencial será de 67,7 milhões de pessoas”, disse Guimarães. Os novos beneficiários serão incluídos nos calendários de pagamento já existentes.

De acordo com a Caixa, há ainda 55,7 mil brasileiros em primeira análise e 231,6 mil em reanálise para receber o benefício. Ao todo, mais de 110 milhões se cadastraram em busca do benefício. “Aproximadamente sete de cada 10 adultos no Brasil se cadastraram e 44,4 milhões foram considerados inelegíveis”, observa o presidente do banco.

Ao comentar a respeito da extensão do auxílio, Guimarães afirmou que os beneficiários vão receber parcelas de R$ 300 ou R$ 600 até dezembro. “Todas as pessoas que atenderem aos requisitos de elegibilidade vão receber de maneira ordenada, de acordo com o mês de nascimento e o novo calendário”, afirmou.

Guimarães destaca ainda que a liberação do auxílio extensão, que começa a ser pago a partir desta quarta-feira (30), só será feita após o recebimento da quinta parcela do auxílio emergencial. “Quem estiver nesse ciclo recebendo a quarta parcela, só receberá o auxílio extensão no mês que vem”, explicou Guimarães.
As análises dos beneficiários do programa são feitas pelo Ministério da Cidadania e pela Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social), o que pode barrar o pagamento do benefício por inconsistências nos cadastros

Foto: Andre Melo Andrade

Fonte: Portal R7

Postar um comentário

0 Comentários